in , ,

Presença de Luan influencia nos gols sofridos pelo São Paulo

Luan. Foto: Divulgação

Após quase saída do clube, Luan se transformou em um dos pilares do time de Hernán Crespo

Luan é peça fundamental do time e do esquema utilizado por Crespo no São Paulo. Com o volante em campo, o Tricolor sofreu apenas dez gols em 20 jogos, uma média de 0,50 gol por jogo. Desses confrontos, o jovem revelado nas categorias de base do clube foi titular em 15, o que evidencia sua importância para a equipe.

Responsável por proteger a zaga como primeiro homem do meio-campo, Luan contribuiu para que o São Paulo saísse de campo sem ser vazado em 14 das 20 ocasiões em que atuou. Com sua ausência, o Tricolor passou a ter um desempenho bem diferente: foram 16 gols sofridos em 11 dos 12 jogos sem o volante, o que eleva a média para 1,33 gol sofrido por partida.

Vale lembrar que desde a chegada de Hernán Crespo ao São Paulo Luan passou a ter mais liberdade para também colaborar nas construções ofensivas, se transformando em um meio-campista mais completo e se desvencilhando do rótulo de “jogador marcador”.

Além de ter marcado seus dois primeiros gols como profissional sob o comando do treinador argentino, Luan influencia diretamente na média de gols da equipe. Com o volante em campo, o São Paulo ostenta uma média de 1,90 gol por jogo. Sem ele, a média cai para 1,66.

Foto: Divulgação

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara