in ,

Postura de Calazans dentro e fora de campo foi primordial para ele perder chance no São Paulo

Calazans completou um ano de clube no último dia 22 de maio. Na visão do Tricolor, o atacante de 23 anos não correspondeu às expectativas dentro e fora de campo

O atacante está fora dos planos do São Paulo desde o começo do ano. Contratado sem pagamento pela compra dos direitos econômicos, Calazans foi um pedido do técnico Cuca aprovado pela diretoria.

Mas o jogador nunca se firmou entre os titulares do São Paulo. No total, fez quatro partidas, sendo uma como titular, e não marcou nenhum gol. Ao desempenho discreto, somou um comportamento que incomodou a diretoria.

Desde o início desta temporada, Calazans treina separado do elenco. O empresário do atleta e o São Paulo conversam para buscar um acordo de rescisão do contrato válido até junho de 2022.

“Foi um jogador pedido pelo Cuca, mas também aprovado por nós. A gente se decepcionou muito com a postura tanto dentro quanto fora de campo. Isso foi comunicado para ele, por isso não tenho problema nenhum de falar aqui. Nós falamos com várias referências, com treinadores, com o próprio Fernando Diniz, que estava no Fluminense na época. Não sei se houve uma mudança de comportamento, alguma coisa assim“, falou. 

E completou: “A gente não estava satisfeito, inclusive algumas posturas com torcedor, uma questão de falta de respeito que a gente não tolera. O torcedor é nosso maior bem.”

Com futuro incerto, Calazans treinava separado do grupo do São Paulo até antes da pandemia de Covid-19. Nos últimos meses, o jogador seguiu os protocolos médicos do clube e tem cumprido uma rotina de trabalho em casa.

Foto: Marcelo Hazan
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu