Pendurados há várias partidas, jogadores conseguem não desfalcar o Tricolor

Importantes jogadores do São Paulo conseguem evitar cartões nas últimas partidas, mas seguem pendurados

O São Paulo não terá desfalques para o jogo contra a Chapecoense nesta quinta. Os cinco jogadores que estavam pendurados seguem ilesos e chamam atenção dos torcedores, surpresos pela quantidade de jogos sem cartões amarelos.

Petros é o jogador que está a mais tempo pendurado, já são 15 rodadas sem receber o cartão. Desde que estreou, o volante participou de todas as partidas, sempre como titular. Os cartões amarelos dele foram contra Vasco e Botafogo.

Pratto está pendurado desde a 12ª rodada, ao receber o primeiro amarelo diante do SFC e o segundo contra o Cruzeiro. O atacante foi expulso nessa partida, mas o último cartão amarelo que ele recebeu acabou sendo anulado pelo segundo. Ele cumpriu suspensão e voltou novamente com dois cartões.

Hernanes está há 10 jogos e Rodrigo Caio há quatro, Sidão, com o cartão que levou no jogo diante do Flamengo por retratar o jogo também é outro jogador titular que está nessa condição.

LEIA MAIS:
+ Bastidores do São Paulo: mais interesse, menos amor ao clube
+ São Paulo e Cruzeiro conversam sobre troca de jogadores

O técnico Dorival Júnior festeja a disciplina de seus atletas e enaltece o esquema tático que monta em campo.

“Isso prova que taticamente a equipe tem feito grandes jogos. Para ter jogadores pendurados de meio-campo que se sustentem por tantas rodadas, é porque tem algo de bom. Essa aproximação está existindo, não damos muitos espaços. Vejo uma equipe compacta, com linhas próximas, agredindo na marcação. Isso mostra que existe um bom posicionamento – afirmou o técnico, que admitiu fazer alertas ao elenco para evitar as suspensões”, disse.

“É um fato importante, estamos atentos a tudo isso, e pedimos que, se tiverem que tomar (cartão), que seja por uma necessidade, e não por reclamação ou qualquer destempero”, finalizou o treinador.

Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *