in ,

Pássaro acredita que o elenco está fechado e não projeta saídas ou chegadas

Apesar da venda de Antony e Gustavo Maia ajudarem nos cofres do Tricolor, a situação financeira não é a das melhores, mas dirigente acredita que elenco está fechado e não terá modificações

O São Paulo não vive o melhor de seus momentos em termos de saúde financeira e, a princípio, a ideia da diretoria é não contratar jogadores para a sequência da temporada.

Em entrevista para o canal dos jornalistas Arnaldo Ribeiro e Eduardo Tironi, o  gerente-executivo de futebol do Tricolor, Alexandre Pássaro, acredita que o elenco está fechado, não projetando saídas ou chegadas.

“A manutenção foi continuada nesse período de pandemia, mas é uma coisa que a gente faz desde a virada de 2018 para 2019, em especial do ano passado para este. A gente praticamente não contratou ninguém em 2020, só exercemos direitos de compra e ainda tivemos o retorno do Carneiro, que estava suspenso”, afirmou. 

E completou: “O que eu vejo é que o nosso elenco para o Campeonato Paulista é esse que treinou em Cotia. Se tivermos alguma baixa, ela será por cartão, por lesão, alguma coisa desse tipo. Considerando o futuro bem próximo do Paulistão e as janelas europeias nem abertas, usaremos essa manutenção e a força do nosso elenco como uma estrutura muito forte nesses seis jogos do estadual.”

Pássaro acredita que o grande trunfo do São Paulo é a continuidade, garantindo que os jogadores têm uma ótima relação e valorizam os laços construídos desde que se conheceram.

“O elenco sente e se vê muito bem conhecendo todo mundo. As adições que tivemos nesse período foram poucas. Na verdade, é o Paulinho que substituiu o Fabinho e o Gonzalo (Carneiro) que chegou. Ainda temos alguns jogadores, como o Rojas, que em um período muito próximo pode nos ajudar”, finalizou.

Tricolor retorna aos gramados na quinta-feira, 23 de junho, às 20h, pelo Paulistão, contra o Red Bull Bragantino, no Morumbi

Foto: saopaulofc.net
Fonte: Terra.com

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara