in ,

Para Diniz, partida desta segunda-feira foi a mais criativa sob seu comando

Diniz comentou sobre o empate injusto contra o Novorizontino, e vê melhor partida criativa da equipe desde que chegou no clube

Após a partida contra o Novorizontino, Diniz vê partida como a criativa ofensiva dede que chegou no clube.  Apesar disso, o técnico do São Paulo lamentou a falta de felicidade nas finalizações (foram 27 no total) e os contra-ataques do Novorizontino (em um deles saiu o gol).

“Em termos de produção de chance de gol provavelmente tenha sido. Teve esse aspecto negativo dos contra-ataques cedidos. A dificuldade foi grande. O Novorizontino marca muito bem e não tinha levado gol no campeonato. O time tem de valorizar esse aspecto e temos coisas a melhorar. Vamos corrigir nos treinos”, falou. 

O técnico também criticou a arbitragem de Flávio Roberto Mineiro Ribeiro. O São Paulo reclamou muito de dois gols mal anulados, marcados por Alexandre Pato, e de dois pênaltis não marcados.

“Atrapalhou muito. Foram quatro lances que poderiam ter resultado em gols. Dois gols legítimos e outros dois pênaltis. Pelo menos um deles muito claro, o do Vitor Bueno. Outros lances de falta. A arbitragem foi extremamente confusa. Quando a arbitragem penaliza muito um time o futebol empobrece. Hoje talvez quem tenha sido o destaque da partida foi a arbitragem”, finalizou. 

O São Paulo tem oito pontos e está na liderança do Grupo C do Paulistão. O próximo jogo é contra o Santo André, domingo, às 18h, no estádio Bruno José Daniel. 

Foto: Reprodução Globoesporte.com
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu