in ,

Pablo revela falta de confiança devido as lesões que sofreu

Em 2019, o atacante não teve o começo de temporada que desejava e sofreu com lesões que o afastaram do gramado e o fizeram perder a condição física

O camisa 9 sofreu com duas lesões graves em seu início no São Paulo, e com isso veio à falta de confiança para marcas os gols. 

“Valores é algo que faz parte do mercado, a gente vê transações astronômicas e isso não cabe a mim decidir se o clube tem que pagar ou não esse valor. Essa falta de confiança foi devida à lesão. Até recondicionar fisicamente e voltar a estar 100% leva um tempo. Quando aconteceu a primeira lesão, fiquei três meses afastado, mas tive um período de cinco semanas durante a pausa para a Copa América com treinos muito fortes”, disse. 

E completou:  “Então voltei contra um Palmeiras, marquei um gol, estava muito feliz naquele jogo, a confiança estava lá em cima, mas aconteceu a lesão no tornozelo com 40 minutos de jogo, o que me deixou para baixo, fiquei triste. Eu credencio essa falta de confiança a isso, pelo pouco tempo no campo e por não estar 100% fisicamente.”

Neste ano, os problemas não foram as lesões e sim quando a bola não estava entrando e contou com a ajuda do restante do elenco para se recuperar.

“Tivemos uma excelente pré-temporada, onde eu consegui recuperar a questão física. Comecei muito bem o ano, até que veio um momento em que a bola não estava querendo entrar, o gol não estava querendo sair, e aí você vai perdendo a confiança. Mas meus companheiros me ajudaram muito para que os gols voltassem a sair. Estou muito feliz com o momento que estava vivendo antes da paralisação, os gols contra o Santos acrescentaram essa confiança, mas logo depois veio a pandemia”, finalizou.

Pablo já entro em campo em 41 partidas e marcou dez gols. Seu contrato com o Tricolor é válido até o final de 2022.

Foto: Paulo Pinto / saopaulofc.net
Fonte: Gazeta Esportiva 

O que achou?

Escrito por Natália Milreu