in , ,

Os maiores artilheiros do Campeonato Paulista

Disputado há cerca de 110 anos, o Campeonato Paulista é berço de grandes nomes do futebol mundial; agora, você irá conhecer os dez jogadores que mais fizeram gol no Paulistão

Como todos deveriam imaginar, a lista começa com Pelé, que é seguido por Friedenreich. Serginho Chulapa é o terceiro. Mas você saberia dizer qual é todo o Top-10 de maiores artilheiros da história do Campeonato Paulista? 

VEJA A LISTA ABAIXO:

1 – Pelé – 466 gols

O Rei do Futebol foi artilheiro do Paulistão nove vezes consecutivas – foram 11 no total. Já era o quinto maior goleador aos 20 anos, quando atingiu 172 gols. Assumiu a dianteira em 1965, aos 25 anos.

Em 1958, o Rei marcou assustadores 58 gols – recorde jamais igualado ou superado. Foram oito edições deixando a sua marca mais de 30 vezes. Os últimos dois gols na competição foram em 1974.


2 – Friedenreich – 338 gols

O primeiro grande craque do futebol brasileiro foi, até 1965, o maior artilheiro da competição. Principal goleador nove vezes (1912, 14, 17, 18, 19, 1921, 27, 28 e 29), marcou época com o Paulistano.

Ainda deixou a sua marca de goleador no Estadual por São Paulo, Mackenzie e Ypiranga, por exemplo.


3 – Serginho Chulapa – 206 gols

Sérgio Bernardino, o Serginho Chulapa é, com 242 gols, o maior artilheiro da história do São Paulo. Fez história no Tricolor e no Paulistão, torneio em que deixou a sua marca 206 vezes.

Foram quatro artilhariasduas pelo São Paulo e outras duas pelo Santos.


4 – Feitiço – 197 gols

Grande nome do Santos antes da era Pelé, Luís Macedo Matoso, o Feitiço, marcou época nas décadas de 20 e 30, conquistando seis artilharias do Paulistão (três pelo São Bento e três com o Peixe) e marcando, no total, 197 vezes no torneio.


5 – Heitor – 195 gols

Ettore Marcellino Domingues, o Heitor, defendeu apenas o Palestra Itália na carreira. Foram duas artilharias (1926 e 1928) e 195 gols pela competição entre 1916 e 1931.


6 – Toninho Guerreiro – 189 gols

Atacante goleador, foi, após Coutinho, que mais brilhou ao lado de Pelé no Santos. Artilheiro do Paulistão três vezes (1966 com o Peixe e 1970 e 1972 com o São Paulo. Ainda deixou a sua marca pelo Noroeste, clube que o revelou.


7 – Cláudio – 183 gols

O maior artilheiro da história do Corinthians com 305 gols, Cláudio, o “Gerente”, foi uma das referências do grande Timão da década de 50.

Um dos poucos jogadores a defender os quatro grandes de São Paulo, ele não conquistou nenhuma artilharia, mas marcou época sendo um dos melhores pontas do futebol brasileiro. Foram 183 gols no Paulistão.


8 – Pepe – 176 gols

Pepe, o “Canhão da Vila”, é, depois de Pelé, o maior artilheiro da história do Santos, com 405 gols. E 176 deles foram no Paulistão com a camisa do Peixe entre 1954 e 1969.

Não conquistou nenhuma artilharia, mas fez a diferença para o Peixe dominar a competição – foram 11 títulos durante a sua carreira.


9 – Neco – 167 gols

Manuel Nunes, o Neco, foi um dos primeiros ídolos do Corinthians nas décadas de 10, 20 e 30. Artilheiro da edição de 1920, marcou 167 vezes no Paulistão, torneio que conquistou sete vezes pelo Timão. Foi o primeiro jogador e ganhar um busto no Parque São Jorge.


10 – Baltazar – 156 gols

É outro ídolo do Corinthians que fecha o Top-10 de goleadores do Paulistão. Oswaldo Silva, o Baltazar, marcou 156 gols no Paulistão entre 1945 e 1957 com a camisa do SCCP.

O “Cabecinha de Ouro” foi artilheiro do torneio em 1952 e, assim como Neco e o já citado Cláudio, também tem um busto no Parque São Jorge.


Fonte: Onefootball 
Foto: 

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara