O que precisa ser feito para não termos o pior ataque da nossa história?

Faltando apenas 10 rodadas para acabar o Brasileirão, e consequentemente os jogos oficiais, veja o que o ataque precisa fazer para não entrar negativamente na história do Tricolor

Para não ficar marcado de forma negativa do São Paulo, o ataque precisa de 17 gols, ou seja, média de 1,7 gols por partida daqui até o fim do campeonato brasileiro. VALE LEMBRAR QUE A ATUAL MÉDIA é de 0,96, ou seja, em 50 jogos oficiais desde o começo do ano, o Tricolor ainda não conseguiu ter uma média de 1 gol por jogo.

A pior média de gols do São Paulo é do time de 1973 que marcou 86 gols em 81 jogos, 1,06 gols por partida.

Já o pior ataque é do 1979, que marcou 51 gols em 46 partidas, com uma média de 1,10 gols por partida.

Até aqui, o São Paulo marcou 48 gols em 50 partidas. Tem tudo para deixar o ataque de 1979 como o pior do São Paulo, mas terá uma tarefa muito difícil para passar a média do time de 1973.

RESUMINDO: Para não ser o pior ataque da história do São Paulo, o time precisa marcar 17 gols em 10 jogos e terminar a temporada com 65 gols em 60 jogos disputados. Dessa forma, a média seria de 1,08 gols por jogo.

Na atual temporada, o Tricolor ficou 22 partidas sem marcar. O recorde negativo numa temporada inteira, segundo o historiador Alexandre Giesbrecht, é de 26 partidas, nos anos de 1990 e 2013.

Daqui pro fim da temporada, serão seis jogos fora de casa, dois deles, clássico, contra Palmeiras e Santos. Já em casa, são apenas quatro jogos.

Veja abaixo os 10 jogos que nos resta para encerrar esta temporada:

Palmeiras – FORA
Chapecoense – FORA
Fluminense – CASA
Athletico Paranaense – CASA
Santos – FORA
Ceará – FORA
Vasco – CASA
Grêmio – FORA
Inter – CASA
CSA – FORA

Vocês acham que iremos conseguir?

FOTO: Marcos Ribolli