05/02/2023

O destino bondoso com o aniversariante Juninho

Lesão tirou o meia Juninho Paulista de 1998 e seu futebol lhe deu o Penta em 2002

A frustração que tomou conta do ex-jogador Juninho Paulista por não participar da Copa do Mundo realizada na França, em 1998, devido a uma lesão séria no joelho, acabou sendo um alívio.

Não só porque o elenco acabaria perdendo a decisão para a França, mas também porque, quatro anos depois, o ex-atleta que faz hoje 42 anos seria integrante do grupo Pentacampeão na Coreia e no Japão.

+ FOTOGALERIA: São Paulo 4 x 0 Audax

Formado nas categorias de base do Ituano, Juninho chegou com apenas 20 anos ao Soberano e se dividia entre os profissionais e o chamado “Expressinho”, com jogadores mais jovens e que atuavam em competições que coincidiam em datas com os torneios de maior relevância.

Nesse sistema, que tinha como técnicos Telê Santana e Muricy Ramalho, o jogador ficou por três anos no São Paulo e ganhou dois Mundiais (1992 e 1993), uma Libertadores (1993), uma Supercopa Libertadores (1993), duas Recopas Sul-Americana (1993 e 1994) e uma Copa Conmebol (1994).

Ao se transferir para o Middlesbrough-ING e posteriormente para o Atlético de Madrid-ESP, Juninho fazia as quatro melhores temporadas de sua carreira e tinha nome constante nas convocações para a Seleção Brasileira, quando uma entrada violenta do lateral-direito Michel Salgado teve um impacto maior que uma simples lesão.

Fraturando a fíbula em jogo do Campeonato Espanhol contra o Celta de Vigo em 1998, o atleta conseguiu se recuperar da lesão a apenas um mês do Mundial na França, preferindo o técnico Zagallo não convocar o meia para a lista final. Mal sabia o próprio Juninho que a redenção viria na Copa seguinte.

Recuperando seu futebol atuando novamente pelo Middlesbrough e também por Vasco e Flamengo, o jogador dessa conseguiu integrar o grupo que vestiu a Amarelinha no continente asiático em 2002. Jogando as partidas da primeira fase como titular, ele viu do banco a conquista da Copa do Mundo pela quinta vez da Seleção Brasileira.

Após o título máximo da carreira, Juninho rodou por clubes no Brasil e no mundo, encerrando sua vida como atleta profissional em 2010 no próprio Ituano, onde tudo começou. Depois de livrar o Galo de Itu do rebaixamento no Paulistão daquele ano, elese tornou presidente do clube, onde já tem como conquista o Paulistão de 2014.

 

Leave your vote

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.