31/10/2007 - Foto: Marcelo Ferrelli/Gazeta Press

No dia 31 de outubro de 2007, com três rodadas de antecedência, o São Paulo conquistava seu quinto título Brasileiro, o segundo em sequência

Há exatos 13 anos, o Tricolor Paulista conquistou de maneira antecipada o seu quinto título do Campeonato Brasileiro. Com quatro rodadas de antecedência, o time comandado por Muricy Ramalho venceu o América-RN, por 3 a 0, no Morumbi e ficou com o título na 34ª rodada.

Hernanes abriu o placar no primeiro tempo. Miranda e Dagoberto fecharam a contagem na etapa final.

O grande destaque da conquista foi o sistema defensivo sólido da equipe comandada por Muricy Ramalho. O Tricolor bateu recorde ao sofrer apenas 19 gols nas 38 rodadas da competição, com uma média de 0,5 por jogo.

Muricy compara time vencedores no qual treinou e diz que São Paulo de 2007 ganharia do Flamengo de 2020

Com a campanha histórica, o São Paulo também ficou marcado como a equipe que conquistou o Brasileiro de pontos corridos com maior antecipação. O clube só foi igualado em 2013, quando o Cruzeiro também foi campeão na 34ª rodada, e no ano passado, quando o Flamengo repetiu o feito.

Esta foi a segunda da sequência de três conquistas consecutivas do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Com Muricy na área técnica, o Tricolor fez história e tornou-se o único clube a ser tricampeão consecutivo, com os títulos de 2006, 2007 e 2008, marca que permanece até hoje.

O São Paulo teve quatro jogadores na seleção bola de prata. Foram eles: Rogério Ceni, Breno, Richarlyson e Hernanes.

Os 10 campeões do Brasileirão que mais somaram pontos desde 2003 | 90min

Cinco tópicos da conquista:

Campeão em anos consecutivos

Já não é tão simples levantar a taça em dois anos seguidos na história do Brasileirão, apenas outros quatro times conseguiram o feito: Palmeiras (1972/73 e 1993/94), Inter (1975/76), Flamengo (1982/83) e Corinthians (1998/99). Mas o do São Paulo foi o primeiro na era por pontos corridos.

Fim do domínio do Flamengo

Em 1987, o Flamengo chegava ao seu quarto título nacional, deixando o Internacional para trás e isolando-se como o maior campeão do país. Quando o Palmeiras chegou a quatro títulos, em 1994, o Rubro-Negro já havia conquistado o penta dois anos antes. Ou seja, nos últimos 20 anos o time carioca apareceu sozinho na lista dos maiores campeões. Até 2007, quando empatamos e passamos no ano seguinte.

A muralha humana

Houve um momento no campeonato em que parecia que Rogério Ceni não buscaria mais a bola em suas redes. Nove times em sequência fracassaram na tentativa de marcar um golzinho no São Paulo, o que levou Ceni ao segundo lugar no ranking dos goleiros que se mantiveram invictos por mais tempo. Os 988 minutos do tricolor perdem apenas para os 1.132 do ex-corintiano Jairo, que atingiu a marca em 1978.

Números inquestionáveis

A qualidade do sistema defensivo do São Paulo é indiscutível. Os números mostram isso: foram apenas 13 gols sofridos em 34 jogos, ou seja, uma média de 0,38. No decorrer do campeonato, chegou até a superar a melhor marca da história do Brasileirão, a do Palmeiras em 1973 (0,33). E o Tricolor ainda revelou um jovem talento na defesa: Breno (foto), de 18 anos.

Melhor de “quase” tudo

O São Paulo foi o time com mais vitórias, menos derrotas, segundo melhor ataque, melhor defesa, goleiro com mais tempo sem levar gols.

Foto

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara