Nos pênaltis, São Paulo é campeão paulista sub-17

Após sustos no tempo normal, Tricolor consegue um gol no finalzinho do jogo, leva pros pênaltis e com muito drama  fica com a taça do estadual; Palmeiras não aceita derrota e faz papelão

Nesta quarta-feira, o São Paulo venceu o Palmeiras no Pacaembu e conquistou o título do Campeonato Paulista Sub-17. A equipe de Cotia perdeu no tempo normal por 4 a 2 (marcando um gol aos 43 do segundo tempo), resultado que deixou o placar agregado empatado em 4 a 4.

O JOGO

Precisando correr atrás do prejuízo construído no jogo de ida, o Palmeiras começou a partida com uma postura ofensiva. A estratégia surtiu efeito e aos 9 minutos abriu o placar. O time mandante seguiu pressionando e aos 33 minutos, Gabriel Silva marcou novamente. 

Na segunda etapa, o garoto Gabriel Silva seguiu se destacando no Palmeiras e deu uma assistência para o gol de Marcelinho aos 27 minutos. Com 3 a 0 no placar, o Palmeiras passou a ter o título encaminhado.

Porém, nunca duvide dos garotos são-paulinos!

Pressionada para, ao menos, levar a decisão aos pênaltis, a equipe do São Paulo não demorou para reagir e marcou com Pablo aos 33 minutos.

O Palmeiras voltou a pressionar e ampliou a vantagem dois minutos depois, com o terceiro gol de Gabriel Silva.

Novamente, o Tricolor demonstrou vontade e com muita raça foi buscar o gol que levava a decisão para os pênaltis. Aos 42 minutos, com Luizão, o Tricolor marcou o segundo e levou a decisão aos pênaltis.

Placar agregado: 6×6

A disputa de pênaltis também foi marcada pelo equilíbrio, chegando às cobranças alternadas. No fim, o São Paulo venceu por 7 a 6 e conquistou o título.

Após a decisão por pênaltis, jogadores de Palmeiras e São Paulo protagonizaram correria e briga dentro de campo no Pacaembu. Os atletas do Tricolor comemoravam no gramado quando o tumulto, que envolveu até seguranças, começou.

Jogadores do time sem mundial não aguentaram perder e foram pra cima de jogadores do Tricolor que festejam a conquista.

Teve correria, mais provocações pelo lado tricolor e um segurança do Palmeiras chegou a agredir um dos jovens do São Paulo.

São Paulo: Young; Flávio, Pablo, Luizão e Gabriel; Théo (Guilherme), Pedrinho (Patryck), Pagé (Talles), Cacheira (João Adriano), Cauê (Juan) e Marquinhos
Técnico: Rafael Paiva

VEJA O JOGO, AS PENALIDADES, A CONFUSÃO E A COMEMORAÇÃO DO TRICOLOR:

Foto: Reprodução vídeo
Vídeo: SPFCTV