in ,

Não tem futebol, mas tem “discusão” nos bastidores

Nova proposta de clubes prevê 20 dias de férias coletivas e redução de 25% de salário durante paralisação

A Comissão Nacional dos Clubes enviou nesta segunda-feira (23) uma proposta para a Federação dos Atletas Profissionais de Futebol na qual propõe que enquanto o futebol estiver paralisado por causa da pandemia de coronavírus tenha: férias coletivas a partir de abril, 10 dias de férias entre o fim do ano de 2020 e início de 2021 e redução de 25% nos salários dos jogadores. Grande preocupação dos atletas, o pagamento do mês de março será feito integralmente. O calendário do futebol brasileiro, a princípio, iria até 30 de dezembro.

Originalmente, a ideia da CNC era conceder 30 dias de férias aos atletas a partir desta segunda-feira, antecipando quaisquer férias proporcionais que eles teriam ainda neste ano. Se depois desse período não fosse possível retomar o futebol, haveria a redução do salário em 50% por 30 dias. Caso, ainda assim, não desse para competir, os contratos seriam suspensos. Mas isso foi retirado desta proposta e substituído pela redução de 25% do salário enquanto houver a paralisação (máximo permitido pela lei trabalhista).

Confira, abaixo, a nota da CNC na íntegra:

Comissão Nacional de Clubes — Foto: Reprodução

Comissão Nacional de Clubes — Foto: Reprodução

Comissão Nacional de Clubes — Foto: Reprodução

Comissão Nacional de Clubes — Foto: Reprodução

  • VALE LEMBRAR QUE ESSA FOTO NÃO É ATUAL. É REPRODUÇÃO. TODOS OS DIRIGENTES ESTÃO RESGUARDADOS DEVIDO A COVID-19

Fonte: globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara