in ,

Muricy sobre volta de Rogério Ceni: “A torcida tem que ter um pouco de paciência”

Muricy no CT da Barra Fubda. Foto: Twitter oficial do São Paulo FC

Em entrevista ao programa Dividida, do UOL Esporte, Muricy Ramalho afirma que o torcedor do São Paulo precisa ter paciência para a volta Rogério Ceni ao clube

Em entrevista para o jornalista Mauro Cezar, do programa divida do UOL Esporte, Muricy Ramalho, um ídolo do Tricolor comentou sobre Rogério Ceni e a sua volta ao clube. 

O são-paulino pediu paciência  com o ídolo para a torcida do Tricolor. 

LEIA MAIS
A Chapecoense está interessada em Shaylon
Jean terá que se reapresentar no São Paulo, mas está fora dos planos do clube
Crespo testa elenco e já utilizou 18 dos 20 jogadores de linha inscritos na lista A do Paulistão

Ele foi o maior ídolo da história do São Paulo, isso não tenha dúvida, a torcida do Sao Paulo realmente adora ele e sempre o pensamento do torcedor do São Paulo é um dia ter ele de volta, mas acontece que ele teve oportunidades aqui e ali e eu acho assim, eu também fui jogador do São Paulo, claro que não fui ídolo como o Rogério, não passei nem perto disso, mas eu trabalhei em vários clubes também, trabalhei no Palmeiras, trabalhei no Santos, e mesmo assim a torcida não deixa de admirar”, afirmou.

E completou: “Acho que o Rogério ainda vai ser um técnico assim, ele ainda está iniciando, a gente não pode se empolgar, mas ele está muito bem preparado para exercer isso aí. E um dia eu também falei para ele lá nessa entrevista se um dia, porque eu fiz o mesmo caminho, eu fui sair do São Paulo, aí os caras queriam que eu fosse auxiliar de novo, eu falei ‘não, agora eu quero seguir na carreira solo’. Aí fui andar por aí, fui para o Guarani, fui para a China e voltei para o São Paulo.”

Muricy acredita que Rogério pode fazer o mesmo caminho que ele fez no início da carreira como treinador. Teve uma curta passagem pelo São Paulo, depois foi para outros clubes, até voltar e se concretizar como tricampeão brasileiro consecutivo. 

“Eu fiz essa pergunta para ele, ‘o mesmo caminho que eu fiz, Rogério, você que é ídolo no São Paulo, será que você não vai fazer?’, e é claro que esse vai ser o caminho um dia, que ele é um ídolo do clube, é um baita treinador, agora, a torcida do São Paulo tem que ter um pouco de paciência que também vem muito tempo sem ganhar, então vem assim amargurada, ficou sentida que ele foi para o Flamengo, mas a gente tem que entender que ele é profissional, ele é um técnico, não tem como, a gente tem que aceitar isso aí“, concluiu.

Foto: saopaulofc.net
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu