Muricy liga para Conca, e tricolor entra na briga pelo o argentino

O Corinthians está negociando com o meia e o Palmeiras também está de olho no craque argentino, porém o São Paulo voltou a ofertar para a vinda dele ao Morumbi

O São Paulo voltou a entrar na disputa para contratar Darío Conca. Com aval da diretoria, Muricy Ramalho ligou para o “Hermano”, com quem trabalhou no Fluminense, entre 2010 e 2011, e tentou convencê-lo a deixar as Laranjeiras. O meia balançou com a ligação e se animou com a possibilidade de voltar a trabalhar com o treinador. Mas o Tricolor não é o único na briga pela contratação do jogador, que, além do Corinthians, voltou a ser monitorado pelo Palmeiras.

Na conversa com o antigo comandante, Conca, que havia sido descartado pelo São Paulo no início do ano, gostou do projeto e dos valores que ouviu, mas pediu para o clube formalizar uma proposta oficial para o Fluminense e também para a Unimed. O time carioca tem apenas 20% dos direitos econômicos do jogador – os outros 80% pertencem à empresa.

+ Chapelaria da Barra Funda. São Paulo contrata Cafu e deixa Palmeiras para trás

+ Luis Fabiano ironiza torcedores rivais

O Corinthians já está ciente do retorno do São Paulo na negociação e também já vê o Palmeiras com força nos bastidores. O Timão tem um acordo apalavrado com a Unimed e com o jogador argentino, que continuaria recebendo cerca de R$ 750 mil por mês (R$ 500 mil do Timão e R$ 250 mil da Unimed), mas ainda aguarda uma resposta do Fluminense.

Já o Palmeiras teria condições de investir imediatamente – fez isso, por exemplo, com Dudu, que era disputado pelos arquirrivais. Além de ter uma situação financeira mais confortável depois de dois anos de economia, o presidente Paulo Nobre continua disposto a emprestar dinheiro ao clube, se for necessário.

Mesmo com Corinthians, Palmeiras e São Paulo na cola de Conca, o Fluminense segue confiante na permanência do jogador, mesmo depois do fim da parceria com a Unimed. O meia argentino, que foi um dos destaques do time carioca no Brasileirão do ano passado, tem contrato até o fim de 2017.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *