in ,

Mudanças táticas da equipe no último domingo foram testadas na pré-temporada

A saída de Anderson Martins e a formação com só Arboleda como zagueiro de origem causou estranheza em muita gente na partida contra o Santo André

A derrota do São Paulo para o Santo André, no último domingo, pela quinta rodada do Campeonato Paulista, ao menos mostrou um ponto positivo na equipe comandada por Fernando Diniz: a polivalência dos jogadores.

Diniz voltou para a etapa final com duas mudanças que mexeram no esquema tático da equipe. O lateral-direito Juanfran deu lugar ao também lateral-direito Igor Vinicius, e o zagueiro Anderson Martins saiu para a entrada do atacante Everton.

As modificações fizeram com que o Tricolor tivesse apenas um zagueiro em campo, no caso Arboleda. O treinador, então, colocou em prática alguns testes que realizou durante a pré-temporada:

O lateral-esquerdo Reinaldo se tornou zagueiro e passou a atuar ao lado de Arboleda, pelo lado esquerdo do campo;

O atacante Everton, por sua vez, assumiu o posto de Reinaldo e passou a ser o lateral-esquerdo. A ideia de Fernando Diniz era ganhar mais profundidade e velocidade por aquele lado do campo;

Daniel Alves, que vinha atuando como segundo volante no primeiro tempo, passou a ser o primeiro volante e era quem dava a qualidade na saída de bola;

Tchê Tchê, então, tornou-se o segundo volante e chegou muitas vezes na área. A função era feita pelo jogador no ano passado;

Aos 26 minutos, o meia Hernanes deu lugar ao centroavante Brenner. Pato foi recuado para segundo atacante e teve boas participações nas assistências para finalizações.

As mudanças surtiram efeito, e o São Paulo tomou conta do segundo tempo. O time criou boas oportunidades, principalmente pelo lado esquerdo, onde as maiores alterações foram realizadas, porém, a visão das mudanças não foi vista como positiva pelos torcedores pois os jogadores não conseguiram acertar o gol e a equipe perdeu o jogo. 

Essa não foi a única vez que Fernando Diniz testou jogadores em funções diferentes. No ano passado, o volante Luan atuou como zagueiro na última rodada do Campeonato Brasileiro. Daniel Alves, por sua vez, chegou a atuar como ponta-direita.

Foto: Rubens Chiri
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu