in ,

Mesmo com 18 jogadores do elenco vindos da base, garotos têm poucas chances

Sem nenhuma contratação para 2020, o São Paulo apostou nas categorias de base para compor o elenco para esta temporada

Dos 31 jogadores, 18 foram formados em Cotia, o que representa 58% do plantel. O número é maior do que qualquer outro rival paulista. O Santos, com 15 jogadores revelados na base, é o que mais se aproxima do Tricolor. Palmeiras e Corinthians contam com oito, cada.

Embora tenha muitos garotos da base no elenco, apenas dois são titulares absolutos, o meia Igor Gomes e o atacante Antony, que se despede no meio do ano, para defender o Ajax, da Holanda.

Saiba que metas Antony terá que bater no Ajax para São Paulo arrecadar mais dinheiro

Até o ano passado, o Tricolor tinha mais jogadores da base que brigavam por posição no time titular, mas acabaram perdendo espaço com o crescimento de outros mais experientes e devido ao esquema proposto pelo técnico Fernando Diniz. Foi o caso de Luan, por exemplo, que perdeu lugar para Tchê Tchê.

Assim como Liziero, que vinha se lesionando bastante, viu Daniel Alves crescer muito no meio de campo. Mesmo assim, o atleta entra em muitas partidas, diferentemente de Luan.

Fernando Diniz costuma dizer que gosta de trabalhar com os jovens e não desiste dos atletas com os quais trabalha. Após o retorno do futebol no Brasil, os garotos podem ter mais espaço com o acúmulo das competições.

Veja a minutagem desta temporada dos jogadores revelados pela base:

  • Goleiros: Lucas Perri (121 minutos), Júnior (0 minuto) e Thiago Couto (0 minuto);
  • Zagueiros: Diego (73 minutos) e Walce (0 minuto);
  • Volantes: Luan (94 minutos), Rodrigo Nestor (90 minutos) e Liziero (184 minutos);
  • Meias: Hernanes (508 minutos), Shaylon (90 minutos), Gabriel Sara (0 minuto) e Igor Gomes (456 minutos);
  • Atacantes: Antony (360 minutos), Brenner (134 minutos), Toró (150 minutos), Helinho (110 minutos), Danilo Gomes (0 minuto) e Fabinho (57 minutos).

FOTO: Divulgação

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara