Memória Tricolor – Canhoteiro

O Memória Tricolor relembra a história de Canhoteiro, um dos maiores futebolistas de todos os tempos, José Ribamar, o Canhoteiro

Canhoteiro ou José Ribamar de Oliveira era conhecido pelos seus dribles desconcertantes nos adversários com sua ágil perna canhota. O ponta esquerda atuou por 10 anos pelo Tricolor, onde marcou história e entrou para o hall da fama são-paulina, como um dos grandes astros do futebol que por aqui passaram.

Pelo São Paulo, Canhoteiro foi campeão do Torneio Jarrito no México em 1955, da Pequena Taça do Mundo na Venezuela, e Paulista em 1957 ao lado de Zizinho.

Vestindo a camisa 11, Canhoteiro disputou 403 jogos pelo Tricolor e anotou 103 gols. O ponta esquerda jogou 16 partidas pela seleção brasileira, mas foi cortado na Copa de 1958. Na sua estreia pela seleção, Canhoteiro marcou seu único gol com a camisa amarelinha.

Revelado pelo América de Fortaleza em 1949, chegou ao Tricolor em 1953 e com seu 1,66m era o terror dos adversários, sendo idolatrado até mesmo por Pelé. Canhoteiro faleceu cedo, com apenas 41 anos em São Paulo.

Assista e confira como eram as atuações do considerado um dos maiores pontas da história e logo abaixo do vídeo da música e uma galeria de fotos do atleta:

 

CANHOTEIRO TAMBÉM FOI HOMENAGEADO POR ZECA BALEIRO. OUÇA:

GALERIA DE FOTOS DE CANHOTEIRO:

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *