in ,

Mauro critica repercussão de aglomeração em estádios e não em atos políticos

Para o jornalista, as críticas para as aglomerações feitas no frente dos estádios para apoiar as equipes são bem maiores do que em comícios de políticos, por exemplo

 

Antes do confronto contra o Flamengo, no Morumbi, na última quarta-feira, torcedores foram no frente do estádio recepcionar e apoiar os jogadores na chegada. 

Uma grande aglomeração foi feita, e claro, teve muitas críticas de jornalistas. 

Porém, o jornalista Mauro Cezar fez um comentário pertinente, porque não há questionamento de aglomeração em atos políticos ou manifestações e as críticas ficam só na parte do futebol? 

Me incomoda muito o fato de repercutir barbaramente tudo o que é aglomeração de torcedor em estádio e muito menos comício de político, por que os políticos não fazem comício tudo por live, tudo online? Os caras estão na rua aí apertando mão, dando beijo, ‘ah mas está de máscara’, que se dane que está de máscara, então tudo bem, o torcedor bota máscara e pode? Não estou defendendo aglomeração, eu estou questionando por que político, político de esquerda, de direita, de centro, extrema-direita, não importa, todos vão para a rua e juntam gente“, disse. 

Os aviões estão voando para lá e para cá lotados, eu lembro que no início as notícias eram ‘quando as empresas aéreas puderem retomar as rotas, você vai sentar aqui’, aí tinha matéria na internet, nos jornais, ‘vai sentar aqui, a cadeira da frente fica vazia, do lado não senta ninguém’. Que nada, está todo mundo sentado um quase em cima do outro, os aeroportos estão cheios, os aviões estão voando para lá e para cá desse jeito“, completa.

E finalizou: “Não estou dizendo que o torcedor deve, mas por que nós não somos tão críticos com relação a outras manifestações que geram também aglomeração e especialmente aquelas que envolvem o negócio. Essa das empresas aéreas eu achei a mais importante porque o discurso era que não ia acontecer isso e os aviões vão para lá e para cá lotados. O problema sempre é o futebol, ‘ah não pode ter jogo porque vai juntar gente’. Espera aí, então não pode voar de avião para lugar nenhum, não pode fazer mais nada. A gente tem que ser razoável nisso.”

Foto: Reprodução TV
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu