Mais um ano sem levar o ‘patinho feio’

Em primeiro semestre de altos e baixos, o São Paulo fica mais um vez sem levar o Paulistão, e a falta de títulos incomoda cada vez mais

A última conquista do time do Morumbi no Campeonato Paulista foi há 12 anos, em 2005, quando o campeonato ainda era disputado em pontos corridos.

Desde então, o São Paulo soma eliminações contra rivais que incomodam a nós torcedores e ao time.

Mesmo com a fama recente, que diz que campeonato estadual não vale muito, é sempre bom levantar taças, e nunca é bom ver outros times levantando-as.

O São Paulo começou a 1ª fase competição perdendo para o rebaixado Audax por 4×2 em Barueri, mas na estreia de Rogério Ceni como técnico no Morumbi (lotado), o São Paulo venceu a Ponte Preta por 5×2 em uma atuação coletiva muito convincente.

Na 3ª rodada, em clássico contra o SFC, o São Paulo quebrou um tabu de quase oito anos sem vitórias na Vila Belmiro, vencendo o time da baixada por 3×1 de virada com show de Luiz Araújo, que entrou na partida no 2º tempo.

Na estreia de Lucas Pratto com a camisa tricolor, o São Paulo empatou com o Mirassol por 2×2, após ter largado na frente e sofrido empate no fim.

Inclusive, sofrer empates foi algo que viria a se tornar constante, voltando a ocorrer mais 4 vezes ao decorrer do campeonato: Novorizontino (2×2), Ituano (1×1), Botafogo-Sp (1×1) e Corinthians (1×1), sendo que os últimos 3 foram em sequencia.

Nesta fase, o São Paulo ainda bateu o São Bento na 5ª rodada por 3×1, e também o São Bernardo, na 12ª e última rodada  por 1×0.

LEIA TAMBÉM:

+Precisamos de uma taça! ⋆ SPFC Notícias

Na fase mata-mata, o São paulo encarou o Linense, que vendeu seu mando de campo para o Morumbi por questões financeiras, com isso, dois jogos no Cícero Pompeu de Toledo.

Na primeira partida, o São Paulo venceu (em tese fora de casa) com certa dificuldade. 2×0 com gol no fim e desconfiança da torcida. Já no jogo de volta, apesar de sustos sofridos no 1º tempo, o Mais Querido goleou a equipe do interior e se classificou para a semi-final do campeonato.

Na semi, a torcida lotou o Morumbi, como já havia feito em vários jogos ao longo do Paulista, mas a equipe decepcionou, jogou mal, e com a famosa ” polêmica do Fair Play”, protagonizada por Rodrigo Caio, perdeu por 2×0 para o rival da zona leste, facilitando a vida da equipe alvi-negra, que no jogo de volta, fez um gol no fim do primeiro tempo que deixou a situação ainda mais difícil.

Lucas Pratto ainda empatou a partida no fim, mas evidentemente não foi suficiente.

Outra eliminação na competição e além dos 12 anos sem título, outro número negativo: Já são 11 anos sem chegar se quer a final.

Números da competição:

Posição: 4º

Gols marcados: 33 (média – 2,06 por jogo)

Gols sofridos: 23 (média – 1,4 por jogo)

Apesar do time não ter levado a taça, a torcida deu um show à parte: 33.246 pessoas por jogo  no Morumbi, sendo a maior média de público não só no estado, mas no Brasil.

O ataque também mostrou potencial, se tornando um dos que mais fez gols no Brasil, mas a defesa, se mostrou frágil, sendo uma das que mais sofreu gols.

O artilheiro da equipe e  também do campeonato foi Gilberto, com 9 gols.

Queremos mais!

Foto: Rubens Chiri

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *