Lyanco foi convocado para defender na Sérvia na Eurocopa sub-19

O zagueiro Lyanco foi convocado para defender a seleção Sérvia nos duelos com França, Dinamarca e Montenegro em partidas válidas pelo Euro sub-19

Hoje o jovem defensor são-paulino viajou para o Velho Continente onde irá defender a seleção Sérvia na maior competição da categoria. Esta será a segunda experiência do jogador na equipe, que já havia defendido a seleção no amistoso contra a Espanha no início deste mês.

“Depois do jogo contra a Espanha, o treinador me comunicou que eu seria convocado para participar das eliminatórias para a Eurocopa da categoria. Fiquei muito feliz, e no meu retorno ao Brasil ganhei motivação extra para seguir treinando no São Paulo e em busca do meu espaço. Agora disputarei um campeonato grande, importante, e quero aproveitar para dar o meu melhor”, acrescentou o jogador.

E antes de embarcar, Lyanco revelou que a convivência com os ‘gringos’ do elenco tricolor facilitou a comunicação com os sérvios. “Fiquei nervoso, ansioso e não sabia como as coisas aconteceriam lá, porque eu não entendo nada do idioma deles (risos). Mas, assim que desembarquei no aeroporto, fui recebido pelo treinador e pelo Petković (ex-jogador do Flamengo). O Pet ajudou na tradução, e o técnico me passou muita tranquilidade. Ali mesmo eu percebi que a língua não seria um problema”, recordou o defensor, que completou.

“Além disso, fiz amizade com um jogador que atua no Atlético de Madri-ESP, o Matija Spolraric, que fala bem espanhol. Ele me ajudou bastante e foi meu companheiro de quarto. Foi fácil conversar com ele, porque aprendi algumas palavras em espanhol durante a convivência com Juan Carlos Osório e Edgardo Bauza. A comissão técnica do São Paulo também fala espanhol, e temos jogadores de outros países sul-americanos. Então, eu já estou familiarizado com o idioma. Foi muito proveitoso o primeiro chamado, e espero que este de agora também seja”, acrescentou o atleta, que projetou os duelos que os sérvios enfrentarão.

“Acredito que agora teremos uma dificuldade ainda maior, porque é um campeonato eliminatório. Das quatro seleções da chave, apenas uma conseguirá a classificação, então isso deixará os jogos ainda mais duros. Estou feliz e preparado para fazer o que eu sei e ajudar os meus companheiros na briga pela classificação”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *