Luciano supera ídolo do São Paulo e se torna maior ‘artilheiro substituto’ da história do clube

Camisa 10 marcou o gol do São Paulo na derrota contra o Talleres, após sair do banco de reservas

Rubens Chiri / saopaulofc.net

Luciano segue sendo o ‘maior artilheiro do banco de reservas’, ocupando agora o posto que antes pertencia ao ex-jogador França, um dos maiores ídolos do Tricolor.

A informação foi levantada pelo historiador são-paulino Alexandre Giesbrecht, do ‘Anotações Tricolores’. E o camisa 10 conseguiu isso graças ao gol que marcou contra o Sport, pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil de 2023 e ampliou nesta quarta (28), diante da Inter de Limeira, pelo Paulistão 2024.

Contra o time do interior do estado, o jogador entrou em campo aos 16 minutos do segundo tempo, e não demorou muito para marcar. Apenas com 21 minutos em campo, ele marcou o segundo dos 3 gols são-paulino na partida.

Antes estava empatado com o histórico camisa 9, que defendeu o Tricolor entre 1996 e 2002, com 12 gols. Agora, por conta do tento contra a equipe nordestina, chegou a 14 gols nessas circunstâncias.

Luciano, portanto, conseguiu esta marca com 35 jogos saindo do banco de reservas – desde quando chegou ao Tricolor. Já França conseguiu em 71 – ou seja, em quase o dobro de jogos do camisa 10. Porém, ainda ficam atrás da média do ex-ponta Nondas, que marcou nove vezes em 15 jogos disputados como reserva.

Inclusive, Luciano havia se equiparado com França ainda neste ano, no clássico contra o Corinthians pelo Campeonato Paulista, quando balançou as redes após entrar na volta do segundo tempo.

Confira abaixo os maiores artilheiros do São Paulo contando apenas gols marcados quando saíram do banco:

1 – Luciano (desde 2020) – 15 gols/38 jogos
2 – França (1996-2002) – 12 gols/71 jogos
3 – Souza (20023-2008) – 10 jogos/77 jogos
4 – Nondas (1962-1964) – 9 gols/15 jogos
5 – Serginho Chulapa (1973-1982) – 9 gols/23 jogos
6 – Gino Orlando (1953-1962) – 8 gols/36 jogos
7 – Fernandinho (2010-2012) – 8 gols/45 jogos
8 – Marcelinho Paraíba (entre 1997 e 2011) – 8 gols/60 jogos
9 – Diego Tardelli (2003-2007) – 8 gols/67 jogos
10 – Américo (1943-1947) – 7 gols/22 jogos
11 – Canhoteiro (1954-1963) – 7 gols/27 jogos
12 – Caio Ribeiro (1994-1995) – 7 gols/36 jogos


Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net
Fonte: GE

Não perca nada sobre nosso São Paulo FC!
Siga o SPFC Notícias em nossas redes sociais: Instagram Twitter Facebook | Threads | Whatsapp

Leave your vote

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.