in ,

Luciano chega passa de um mês sem gols pelo São Paulo

Luciano em jogo no Morumbi. (Foto: Divulgação)

Atacante vive má fase com a camisa do Tricolor e começa a ser contestado por parte da torcida

O atacante Luciano ultrapassou um mês sem fazer gols com a camisa do São Paulo. A última vez que ele marcou foi no empate com o Fortaleza, em 1 a 1, fora de casa, em 8 de maio.

A seca de gols não acontece por falta de oportunidades ou por qualquer tipo de lesão. De lá para cá, Luciano disputou sete partidas, sendo que em cinco ele foi titular.

Ao lado de Calleri, artilheiro do São Paulo e do Brasileirão, Luciano não tem conseguido render o que se espera dele. A cada jogo que passa, a contestação da torcida começa a aumentar.

No último domingo, com a vitória por 1 a 0 contra o América Mineiro, por exemplo, ele teve uma atuação apagada e chegou a ser um dos nomes mais comentados no Twitter.

Calleri abraça Luciano após gol em São Paulo x Santos — Foto: Marcos Ribolli
Calleri abraça Luciano após gol em São Paulo x Santos — Foto: Marcos Ribolli/GE

A expectativa sobre Luciano acontece muito pelo que ele fez em suas duas primeiras temporadas com a camisa do São Paulo. Em 2020, o atacante marcou 21 gols em 38 jogos e foi o artilheiro do Brasileirão.

No ano seguinte, os números foram menos expressivos – 10 gols em 39 partidas –, mas em contrapartida ele foi um dos principais responsáveis por acabar com o jejum de títulos do clube ao conquistar o Campeonato Paulista.

Com a contratação de Calleri no meio do ano passado, a torcida já vislumbrava uma dupla implacável, como aconteceu com Luciano/Brenner. A expectativa não se confirmou.

Luciano não tem desempenhado um bom futebol, e em 25 jogos nesta temporada marcou apenas cinco gols. As aparições ruins já deixam a vaga do atacante ameaçada. O principal adversário nesta briga é Eder.

Embora tenha três gols, dois a menos que Luciano, Eder demonstrou um bom encaixe quando atuou ao lado de Calleri. Em algumas partidas, inclusive, ele saiu do banco de reservas para mudar o panorama do jogo.

Para o confronto desta quinta, às 16h (de Brasília), diante do Botafogo, no Engenhão, não será surpresa se Rogério Ceni decidir entrar com o jogador veterano no time titular.

Por: Redação GE
Foto: Divulgação

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara