Histórico geral – São Paulo x Santos

Disputado desde 11 de maio de 1930, São Paulo e SFC já se enfrentaram mais de 309 vezes e o time da capital tem mais vantagem em número de vitórias e de gols.

Confira abaixo mais detalhes sobre o clássico e como foram os últimos duelos:

  • Partidas: 309 (de 11 de maio de 1930 até 16 de novembro de 2019)
  • Vitórias: 133
  • Empates: 72
  • Derrotas: 104
  • Gols do São Paulo: 512
  • Gols do SFC: 443
  • Primeiro jogo: SFC 2×2 São Paulo – Vila Belmiro, Campeonato Paulista de 1930 (11 de maio de 1930)
  • Último jogo: São Paulo 3×2 SFC – Morumbi, Campeonato Brasileiro de 2019 (10 de agosto 2019)
  • Maior vitória: São Paulo 9×1 SFC, Campeonato Paulista de 1944 (18 de junho de 1944)
  • Maior derrota: São Paulo 2×6 SFC- Pacaembu, Torneio Rio-São Paulo (7 de março de 1963)
  • Jogo mais importante: São Paulo 2×2 SFC (18 de junho de 2000, final do Campeonato Paulista, São Paulo campeão).

Estatísticas no Morumbi

  • Jogos: 102
  • Vitórias do São Paulo: 50
  • Vitórias do Santos: 25
  • Empates: 27
  • Gols do São Paulo: 161
  • Gols do Santos: 129

Estatísticas na Vila Belmiro

  • Jogos: 107
  • Vitórias do Santos: 48
  • Vitórias do São Paulo: 28
  • Empates: 23
  • Gols do Santos: 158
  • Gols do São Paulo: 130

Estatísticas Pacaembu

  • Jogos: 74
  • Vitórias do São Paulo: 39
  • Vitórias do Santos: 24
  • Empates: 12
  • Gols do São Paulo: 153
  • Gols do Santos: 109

Estatísticas Chácara da Floresta

  • Jogos: 6-1
  • Vitórias do São Paulo: 6-1
  • Vitórias do Santos: 0
  • Empates: 0
  • Gols do São Paulo: 21-2
  • Gols do Santos: 6-1

Outros estádios

  • Jogos 21
  • Vitórias do São Paulo: 11
  • Vitórias do Santos: 7
  • Empates: 3
  • Gols do São Paulo:
  • Gols do Santos:

Campeonato Brasileiro

  • Jogos: 68
  • Vitórias do São Paulo: 29
  • Vitórias do Santos: 25
  • Empates: 14
  • Gols do São Paulo: 86
  • Gols do Santos: 87

Campeonato Paulista

  • Jogos: 167
  • Vitórias do São Paulo: 74
  • Vitórias do Santos: 48
  • Empates: 45
  • Gols do São Paulo: 306
  • Gols do Santos: 236

CURIOSIDADES:

Em 1933 o San-São marcou a história do futebol brasileiro. Essa foi a primeira partida de futebol profissional do Brasil em que um jogador (Friedenreich) foi pago oficialmente pelo São Paulo da Floresta para jogar uma partida. Antes disso, quando um boleiro recebia, era não oficialmente, “por fora”. O jogo, um amistoso ocorrido em 12 de março de 1933, aconteceu na Vila Belmiro e terminou 5 a 1 para o time da capital. Também foi nesse clássico que os são-paulinos chamaram pejorativamente os santistas de “peixeiros”, o que mais tarde virou o santista de apelido de “Peixe”.

No Paulistão de 1944, a maior goleada imposta pelo São Paulo e também do clássico: 9 a 1.

Maior público: 122 535, São Paulo 1×0 Santos, em 16 de novembro de 1980 (122 209 pagantes).

Raí, maior ídolo são-paulino na década de 1990, despediu-se do São Paulo em um jogo em 3 de junho de 1993, válido pelo Campeonato Paulista, quando o tricolor goleou o SFC por 6 a 1. Raí fez um gol de despedida e seguiu para defender o Paris Saint-Germain.

Pelo Campeonato Paulista de 2017, o São Paulo venceu o SFC na Vila Belmiro por 3 a 1 e quebrou um jejum de oito anos sem vencer o rival em seus domínios. Além disso, quebrou uma invencibilidade de seis anos do Santos em seu estádio pelo Campeonato Paulista.

No segundo turno do Brasileirão 2009, o São Paulo precisava vencer o San-São, sob pena de ser praticamente eliminado da disputa pelo tetracampeonato. O SFC , que já não lutava pela taça abriu 1 a 0. O tricolor empatou. O alvinegro praiano fez 2 a 1, mas o São Paulo empatou em 2 a 2 ainda no primeiro tempo. No Segundo tempo, o Mais Querido virou para 3 a 2, mas logo sofreu novo empate do valente SFC . Por fim, Rogério Ceni fez 4 a 3 para o São Paulo, antes de ser expulso, em um dos jogos mais emocionantes e dramáticos do campeonato.

O SFC leva vantagem em finais contra o São Paulo: já ganhou quatro finais diretas contra o tricolor (Paulistas de 1956, 1967, 1969 e 1978. O São Paulo ganhou duas finais diretas (Paulistas de 1980 e 2000).

FOTO: Foto: Ivan-Storti LANCEPress

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *