in ,

Hernanes: “Se convertessem pelo menos 20% das chances. Já estaria bom”

Após a partida contra o Santo André, Profeta  disse que já estaria satisfeito se o São Paulo conseguisse converter 20% das chances criadas em gol

Se na temporada passada o São Paulo não criava chances de gols, nesta, ele não consegue converter em gols a posse de bola e as chances claras de marcar. 

Mais uma vez a equipe de Diniz perdeu gols que não se podem perder, o mais marcante deste domingo foi o de Vitor Bueno, que após boa tabela de Hernanes, Pato e Tchê Tchê isolou a bola de frente para o goleiro adversário. 

Hernanes falou sobre as chances criadas e perdidas da equipe, que já demonstra ser um problema neste começo de temporada. 

“É a proposta de jogo, a estratégia que o Diniz tem, que a gente tem, de controlar o jogo e ser uma equipe ofensiva. Como em toda estratégia, tem o ponto forte e o ponto fraco. Ele tem trabalhado junto com a gente para corrigir isso. A gente tem tentado. E ele mais do que a gente, com essa situação que não é só de agora (na carreira dele), tem tentado encontrar a solução para que suas equipes convertam pelo menos 20% das chances. Já estaria bom“, falou.

E completou: As outras equipes já sabem como a gente joga, então eles vão marcar lá atrás. Se a gente conseguir um gol inicial, eles vêm para cima e o jogo fica bom para a gente. Mas a gente não está conseguindo fazer e está tomando, então eles ficam mais retrancados. Temos que encontrar a solução o mais rápido possível e caprichar um pouquinho mais. Na verdade, não é nem caprichar. Eu chutei, bateu na mão do cara, bateu na trave, passou em cima da linha, enfim.. É o futebol. Quero acreditar que falta só o start para a gente começar a transformar em gols as chances criadas.” 

São Paulo já arriscou 100 chutes no gol, porém só seis entraram (6%), o que passa bem longe dos 20% de aproveitamento que Hernanes quer para a equipe. 

Foto: Fellie Lucena
Fonte: LANCE!

O que achou?

Escrito por Natália Milreu