in , ,

Gabriel Sara reencontra palco em que “renasceu” no São Paulo

Sara festeja gol na Vila Belmiro - (Foto: Rubens Chiri)

Muito criticado por parte da torcida, onde alguns diziam “Se ele (Sara) for jogador, eu sou astronauta”, o meio campista fez os dois gols do São Paulo, no empate em 2 a 2 contra o Santos, pelo Brasileirão de 2020 na Vila Belmiro. E nós só não ganhamos, porque Volpi falhou feio em gol de Marinho.

Provável escalação do São Paulo para o San-São

Neste domingo, novamente na Vila Belmiro, Sara será titular da equipe são-paulina. Às 18h15, o Tricolor encara o Santos, pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro.

Promovido de forma definitiva aos profissionais em 2019, Gabriel Sara teve um começo nada empolgante na equipe principal do São Paulo. Tímido e com um estilo discreto, o jogador demorou para engrenar. A primeira chance de fato em ter uma sequência aconteceu somente em 2020.

Na quinta rodada do Brasileirão do Brasileirão de 2020 Gabriel Sara foi titular pela primeira vez, o  jogador foi bem e ficou em campo nos 90 minutos. Nos cinco jogos seguintes, ele permaneceu na equipe principal, mas recebeu inúmeras críticas por parte da torcida. A falta de efetividade era o principal questionamento.

Na 10ª rodada, porém, veio o Santos, na Vila Belmiro, e a redenção de Sara aconteceu. O meia apareceu bem e marcou os dois gols do empate em 2 a 2.

A partir daquele momento, o garoto se tornou um jogador de confiança de Fernando Diniz e ele não saiu mais do time. As boas atuações começaram a sair com naturalidade, e ele terminou o ano com seis gols.

Mesmo após a saída de Diniz, em fevereiro, Gabriel Sara continuou em alta com Hernán Crespo e permaneceu entre os titulares mesmo com a contratação de Martín Benítez. Crespo já demonstrou que quer ter ambos em campo.

Neste domingo, Sara será titular e, mesmo aos 21 anos, é um dos responsáveis por municiar os atacantes e dar dinâmica ao São Paulo. Os gols, por sua vez, também se tornaram uma característica do meia: já são cinco em 15 jogos disputados.

Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara