FPF mantém rebaixamento e muda regulamento de inscritos na competição

Dos 16 clubes que participaram da reunião, apenas o Botafogo de Ribeirão Preto foi a favor de não ter rebaixamento

O Paulistão irá retornar no dia 22 julho, com previsão de encerramento no dia 8 de agosto. Nesta quinta-feira, a Federação Paulista de Futebol reuniu-se com os 16 clubes da primeira divisão estadual e tomou decisões importantes para o andamento do Paulistão. Ficou decidido que:

  • O regulamento está mantido; com isso, haverá rebaixamento;
  • A data de inscrição de atletas foi ampliada. O registro de jogadores poderá ser feito até 20 de julho, e a inscrição na competição, até dia 21;
  • As partidas serão realizadas apenas em cidades que estejam pelo menos na fase amarelo do Plano São Paulo de flexibilização da quarentena, conforme determinado pelo governo do Estado.

Dos 16 clubes, segundo a Federação, apenas o Botafogo divergiu da decisão. O clube de Ribeirão Preto solicitou adiamento do reinício da competição e foi contra a adequação de datas de registro e inscrição de atletas, medida que seu presidente do Conselho de Administração, Adalberto Baptista, chamou de “mudança de regulamento”.

O campeonato precisa de seis datas para ser encerrado: duas para finalizar a fase de grupos, uma para as quartas de final, uma para as semifinais e duas para as finais. A decisão deve acontecer no dia 8 de agosto, sábado, um dia antes do retorno do Campeonato Brasileiro.

A Federação Paulista disse que discutirá com a CBF o que fazer com as partidas dos finalistas do Paulistão na rodada de estreia do Brasileirão. A definição só acontecerá depois de ser definido quem estará na decisão. A elite estadual tem cinco representantes no campeonato nacional: Bragantino, Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo.

Foto:
Fonte: Globoesporte.com