Michel Bastos: “Estou abaixo do meu potencial”

Michel reconhece sua má fase e diz que entende cobrança da torcida e quer recuperar o bom futebol no Tricolor

O meia-campista Michel Bastos não está em boa fase. Desde a eliminação na Libertadores, o mesmo ainda não recuperou seu bom futebol.

Nas partidas contra o Santa Cruz e Botafogo ele esteve de fora. Foi cortado pelo departamento médico, que achou melhor um tratamento intenso no CT da Barra Funda.

“Eu acho que eu sou cobrado, graças a Deus, pelo fato de eu ter provado minha qualidade aqui no dentro do São Paulo. Eu acho que a torcida se acostumou em eu ser aquele jogador decisivo, que numa jogada ou outra pode garantir uma vitoria para a equipe”, disse Michel.

O camisa 7 são-paulino ainda ressaltou que entende as cobranças da torcida, e confessa estar abaixo de seu potencial.

“Nos últimos jogos eu não pude ser esse jogador, então com certeza a torcida vai cobrar e pelo o que eu joguei nos dois últimos jogos, por exemplo, eu acho até justo a cobrança. Estou abaixo do meu potencial”, ressaltou o meia.

+ RELACIONADOS: Veja a lista dos 23 jogadores que irão para o jogo contra o Juventude

+ HUDSON: “Temos que resgatar o espírito da Libertadores”

Michel ainda lembrou a polêmica que teve com a torcida tricolor no começo deste ano, após a derrota no primeiro jogo da fase de grupos da Libertadores, perante ao The Strongest.

“Houveram algumas cobranças antigamente que estavam fugindo do lado técnico e passando para o pessoal, mas as de hoje eu entendo”, diz o camisa 7 são-paulino.

Após duas semanas em tratamento forte para aprimorar a forma física, o meia tricolor está de volta e pretende dar a volta por cima, dando respostas aos torcedores, que esperam dele muito mais do que vem sendo apresentado.

“Não adianta falar, a resposta é dada dentro de campo. Eu trabalhei forte fisicamente durante essas duas semanas, para que eu possa estar bem e não tenha medo de alguma lesão”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *