Há 44 anos o boxeador são paulino conquistava o cinturão mundial de boxe pela segunda vez

Jofre começou a lutar como amador sob as cores do São Paulo Futebol Clube e foi no dia 5 de maio de 1973 que o lutador são paulino conquistou pela segunda vez o Mundial de Boxe. O primeiro título do “Galo de Ouro” foi em 1960 e o boxeador tricolor manteve o cinturão dos peso-galo até 1965 onde, em uma decisão considerada injusta, perdeu para o japonês Masahiko “Fighting” Harada. Na revanche, novamente em decisão controversa ele foi derrotado.

O peso da injustiça abalou tanto o boxeador que ele chegou a abandonar o boxe. Mas seu afastamento durou apenas 3 anos, quando voltou a lutar, dessa vez na categoria de peso-pena (categoria acima da anterior).

Foram cinco anos até que Éder conseguisse o direito de disputar o cinturão novamente, desta vez contra o gigante cubano José Legra. Após uma luta épica de 15 rounds apertadíssimos, Jofre venceu o cubano por pontos e voltou a ser campeão mundial de boxe, título que manteve até sua aposentadoria em 1976.

Ainda hoje Éder Jofre é considerado por especialistas internacionais como o maior peso-galo do boxe na era moderna.

Seu cartel é de:
Lutas – 81
Vitórias – 75
Vitórias por nocaute – 52
Derrotas – 2
Empates – 4

Leave your vote

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.