in ,

Diretoria são-paulina estuda pedir reembolso da viagem para Goiânia

Tricolor iria estrear no Brasileirão contra o Goiás, no último domingo, porém, por conta de jogadores do adversário testarem positivo para a Covid-19, a partida foi adiada

 O clube paulista seguiu todos os protocolos, redobrou os cuidados com a viagem e seguiu para Goiânia. O adiamento da partida se fez necessário após a confirmação de que dez jogadores do Goiás testaram positivo para a Covid-19.

A notícia do adiamento da partida foi dada aos jogadores do São Paulo em campo. A irritação dos jogadores por toda a situação envolve a preparação para o confronto, viagens e um possível descuido do time adversário.

A diretoria Tricolor já se preocupava com as questões financeiras da partida. Segundo o UOL Esporte, para não haver contato com pessoas que não seguiram o protocolo do São Paulo, um voo foi fretado para levar a delegação à cidade da partida.

No hotel, quartos individuais e uma área exclusiva para os atletas. Tudo para evitar qualquer contágio com o vírus. Até mesmo os motoristas responsáveis pelo transporte da delegação foram testados. Por isso o São Paulo estuda um reembolso por toda a logística de uma partida que não aconteceu.

Com a suspensão do jogo deste domingo, o São Paulo fará a sua estreia nesta quinta-feira, no Morumbi, contra o Fortaleza, do M1to. 

Foto: Reprodução
Fonte: Torcedores.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu