in ,

Diniz: “São Paulo foi soberano do começo ao fim”

Entrevista Fernando Diniz.

Vitória por 2 x 0 e quebra de tabu fizeram Diniz achar que atuação do São Paulo foi soberana do começo ao fim no clássico contra o Palmeiras

São Paulo se impôs do começo ao fim no clássico contra o Palmeiras, fora de casa, e saiu com a vitória de 2 x 0 e quebra de tabu. 

Para Diniz, o clube recuperou a confiança e neste sábado foi soberano do começo ao fim da partida. 

“Acho que o principal foi a consistência, o time jogou bem do primeiro ao último minuto. Fez boas transições. Sabemos que é difícil jogar aqui. Saímos daqui no ano passado envergonhados. A torcida deve estar feliz pelo resultado e como ele foi construído. O São Paulo foi soberano do começo ao fim“, disse. 

LEIA MAIS
+ Cicinho comemora vitória do São Paulo e zoa rival
+ Memes do tabu quebrado e vitória sobre a SEP
+ Gols do Tricolor pela SPFCTV com uma trilha sonora especial 

Coma vitória, Tricolor somou 26 pontos e está em terceiro lugar. 

Na prática são três pontos e tem um valor simbólico muito grande, porque é um rival, tinha o tabu aqui e pesa. O futebol é feito de uma relação do torcedor com o jogador, então é um tipo de vitória que traz alegria para o torcedor, ânimo, contentamento para o time e pelo que já passou nesse tempo que eu estou aqui é uma vitória para encarar com bastante serenidade. Derrotamos um grande adversário, com um treinador referência, jogadores de ponta, de Seleção”, falou. 

Sobre a pressão vivida recentemente e até a ameaça de demissão, Diniz falou:

“Eu acompanho pouco (noticiário), as coisas chegam para mim. Esse tipo de pressão externa chega para mim. Mas acho que tudo que a sociedade enxerga como diferente traz certa rejeição, combate mais intenso, mas está tudo bem. Quando é um combate respeitável é bom. Quando as pessoas não enxergam as coisas como devem ser enxergadas“, comentou. 

E completou: “Tem dois resultados que pesam, principalmente contra o Mirassol, que temos que saber conviver e aprender. E o Binacional na altitude. Na maioria dos jogos temos jogado bem e hoje foi mais um. Conseguiu converter em gols, diferente de Inter, Santos… Não é achar que está tudo bem, tem falhas para serem corrigidas, não está tudo ruim como tentou se colocar aí.” 

Foto: Reprodução TV
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu