Crônica – Linense 0 x 2 São Paulo

0

Tricolor domina a partida e sai com a vantagem no jogo de ida das quartas de final do Paulistão

O Tricolor recebeu o Linense no Morumbi, mas a mando de campo do adversário que cedeu o mando em Lins em troca de 50% da renda das duas partidas das quartas de final do Campeonato Paulista.

O São Paulo dominou completamente a partida, desde o início sufocando a defesa do Linense, a proposta de ambas as equipes eram muito claras desde o primeiro soar do apito. Com a bola nos pés, o Tricolor trocava muitos passes no campo ofensivo, mas pecava na conclusão das jogadas, em sua maioria sob o encargo de Wellington Nem e Luiz Araújo.

Enquanto a equipe adversária recuou seus jogadores todos no campo de defesa, o Tricolor sentia a falta de Cueva para armar jogadas com qualidade. Na frente Pratto tentava se virar como podia, sempre muito cercado quando dominava a bola próximo a área, o camisa 14 ficou sem espaço para definir.

A torcida até chegou a vibrar aos 34 minutos da primeira etapa, após chute forte de fora da área do volante Jucilei, o goleiro rebateu e Cícero completou para o fundo das redes, mas o camisa 8 estava impedido, corretamente assinalado pelo bandeirinha que invalidou o gol.

Pouco mais tarde, a zaga do Linense deu bobeira e Luiz Araújo recuperou, a bola sobrou para Pratto na cara do gol que finalizou em cima do goleiro já no final do primeiro tempo.

Na etapa complementar o São Paulo voltou com o mesmo ritmo e não demorou para tirar o peso das costas. Buffarini recebeu passe no meio do campo e cruzou para a ponta esquerda onde o zagueiro Rodrigo Caio que avançava pelo lado, dominou e tentou cruzar a meia altura para outro jogador livre na pequena área, mas a bola desviou no adversário e foi para o gol, enganando o goleiro do Linense e abrindo o placar no Morumbi!

Apesar da festa do camisa 3, o gol foi assinalado como contra do defensor de Lins. O Tricolor seguiu pressionando e quase ampliou na sequência após bate rebate na grande área, a defesa tirou em cima da linha o que seria o segundo gol são paulino.

O Tricolor pressionava de todas as formas, Pratto tentou inúmeras cabeças, a maioria parava nas luvas do goleiro adversário que esteve bem colocado. Renan Ribeiro praticou apenas duas defesas no jogo, boas por sinal, em dois bons chutes de meia distância que exigiram muita atenção do arqueiro são paulino.

Com as entradas de Thomaz, Araruna e Shaylon o Tricolor buscava de qualquer forma ampliar o marcador e foi no último lance da partida, após cruzamento de Shaylon que acabava de entrar na partida, a bola foi desviada por Cícero e o goleiro rebateu para dentro da área, no rebote Pratto não desperdiçou mais esta oportunidade e agora balançou as redes depois de cabecear a bola, para muita vibração do atacante argentino que definiu o placar, 2 x 0!

+ De goleada, balanço financeiro de 2016 é aprovado pelos conselheiros, mas oposição rebate. Confira!

Agora o Tricolor recebe o Linense no próximo sábado, também no Morumbi pelo jogo de volta.

Assista aos melhores momentos da partida:

Leave your vote

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.