Cristiane: “Eu queria ter rendido mais”

​Artilheira e referência na Copa do Mundo deste ano, Cristiane se prepara junto à Seleção Brasileira para os últimos compromissos da temporada

A camisa 11 retorna à seleção após se recuperar de lesão na coxa esquerda sofrida nas oitavas de final do Mundial. Em entrevista às ​Dribladoras, Cristiane comentou sobre o desejo de ter colaborado mais com o Tricolor Paulista na temporada e da motivação de ser treinada por Sudhage.

“Está sendo importante essa oportunidade, fiquei muito tempo afastada, oscilando o ano inteiro por conta da lesão. Vai ser bacana trabalhar com ela esses dias, até para ela poder me conhecer melhor. Acho que não dá para ficar se garantindo só com o que eu fiz lá na Copa, é uma coisa nova agora, então tenho que correr atrás”, pontuou.

Apesar das lesões que atrapalharam a atacante no último ano, Cristiane fez uma ótima Copa do Mundo, marcou quatro gols e era referência no time do técnico Vadão. 

“Particularmente pra mim foi um ano de muitas oscilações, de me recuperar, ir bem na Copa, depois me lesionar de novo. Aí levei um tempo mais longo pra me recuperar, isso me deu uma desanimada. Tive um momento muito importante na Copa, mas eu queria ter rendido mais, principalmente no São Paulo”, declarou.

Com problemas físicos, Cristiane oscilou muito e só conseguiu entrar em campo para as semifinais e finais do Campeonato Paulista, perdida para o Corinthians. A jogadora chegou ao São Paulo como peça chave para a retomada do futebol feminino do clube, mas não conseguiu engrenar uma boa sequência de jogos e tem futuro indefinido no Tricolor, atual campeão da Série A2 do Brasileiro.

“Sempre deixei muito bem claro para todo mundo e para as meninas dentro do grupo que faltou muito da minha parte. Eu não consegui contribuir para o clube e para as meninas como eu gostaria. Mas quando você se lesiona, não tem o que fazer, você tem que esperar se recuperar pra voltar à ativa e não se lesionar de novo, no meu caso foi uma lesão um pouco séria. Acho que particularmente foi um pouco difícil nesse ponto em querer ajudar as meninas e o São Paulo”, desabafou.

A jogadora tem se esforçado muito para retomar a forma física o mais rápido possível. No São Paulo, treinava em períodos extras e aproveitou as férias para intensificar os treinamentos.A motivação vem do objetivo de disputar uma última Olimpíada, que vai acontecer em 2020.

“Eu estou procurando isso. Eu já tinha colocado isso, de jogar a última Copa, procurar estar dentro do grupo, porque como eu falei, é diferente agora, ela está dando oportunidade para todo mundo, ela precisa conhecer todo mundo. O meu objetivo é estar no grupo para disputar essa Olimpíada com as meninas”, reforçou.

O Brasil fará dois jogos ainda em 20129, ambos contra o México. O primeiro será na Arena Corinthians, às 21h, do da próxima quinta-feira (12), enquanto o segundo confronto acontece na Fonte Luminosa, em Araraquara, às 18h30, do domingo (15).

Ambas partidas diante da seleção mexicana serão transmitidos pelo SporTV. A CBF ainda não passou deu informações sobre a venda de ingressos dos jogos.

FOTO: Divulgação