in ,

Crespo fala sobre luta contra o rebaixamento

Hernan Crespo treinador do São Paulo. (Foto: Wagner Meier/Getty Images)

Crespo comentou o jogo de segunda, falou sobre a situação do time e o qu almeja para o fim da temporada

Na última segunda-feira, o São Paulo empatou por 0 a 0 com o Cuiabá, na Arena Pantanal, em jogo válido pela 25ª temporada do Campeonato Brasileiro e na coletiva, Hernán Crespo reconheceu que o time vive uma fase delicada, destacando que ter a bola pela maior parte do tempo não é suficiente.

“Acho que é um momento de dificuldade. Tivemos situações perto do gol e não conseguimos concretizar. Estão jogando todos os jogadores que sabem fazer gol, como Calleri, Luciano e Rigoni. É um momento em que a posse de bola não é suficiente”, disse o treinador.

No momento, o Tricolor está a três pontos do primeiro time dentro da zona de rebaixamento. Apesar da colocação da equipe na tabela, Crespo acredita que o São Paulo tem tudo para escapar da degola.

“Acho que o time está em condições de se salvar tranquilamente, mas falei sempre que teríamos que lutar até o final, até dezembro. Claramente, merecíamos ganhar os últimos dois jogos. Contra a Chapecoense, tivemos situações claras de gol e não concretizamos. Contra o Santos, também tivemos muitas ocasiões e não concretizamos. Quando se empata, empata e empata, é difícil”, avaliou Crespo.

“O jogo (se segunda) foi mais equilibrado, não tivemos a intensidade do último jogo. É normal que a situação preocupe. Temos condições de chegar à Sul-Americana e à Libertadores, mas também temos que olhar para baixo e respeitar, porque temos muitos times importantes abaixo, como Grêmio e Santos. Devemos fazer três pontos, não apenas merecer, o que não foi o caso de hoje”, completou.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 30 pontos, na 13ª colocação. O próximo compromisso do time é contra o Ceará, na quinta-feira, às 19h, no Morumbi.

Fonte: Gazeta Esportiva
Foto: Wagner Meier/Getty Images

O que achou?

-2 pontos
Upvote Downvote

Escrito por Rodrigo Alcântara