in ,

Conmebol tem prejuízo de R$ 239 milhões com rescisões da Globo e DAZN

Taça da Copa Libertadores. (Foto: Divulgação)

Libertadores e Sul-Americana deixaram de receber valor por causa das rescisões

Segundo balanço da Conmebol, a entidade deixou de receber R$ 239 milhões com as rescisões de contrato da Globo e DAZN por direitos de transmissões da Copa Libertadores e Sul-Americana. A publicação foi publicada inicialmente pelo blog do jornalista Rodrigo Mattos, do Uol Esporte.

“A CONMEBOL cumpriu o compromisso de entrega de partidas aos titulares de direitos, entretanto, dois deles (Dazn e Globo) decidiram unilateralmente rescindir seus contratos, cujo impacto nas receitas significou uma queda de USD 43.350.000 para o exercício de 2020. Esses direitos foram novamente comercializados, com a formalização de acordos com o SBT, Claro-Sky através do operador e programador local, Bandeirantes, para os ciclos 2020-2022”, afirma a Conmebol no balanço.

LEIA TAMBÉM: 
Zagueiro da base do São Paulo comemora treino com o profissional
Jogos do São Paulo no NBB serão em Brasília e têm datas e horários confirmados

Após rescindir com as duas empresas, a Conmebol assinou contrato com o SBT e com a Conmebol TV para exibição dos jogos da Libertadores na TV aberta e fechada no Brasil. Acontece que os valores desses acordos só serão passados à entidade em 2021, como informou o colunista.

“Os novos contratos com o SBT e Conmebol TV são menores do que os da Globo. Em 2021, haverá, portanto, também uma perda de receita, mas o impacto real ainda não é sabido. No caso da Copa Sul-Americana, no Brasil, parte das receitas também virá pela Conmebol TV que é vendida em pay-per-view”, diz um trecho da publicação do blog.

Fonte: Torcedores.com
Foto: Divulgação

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara