in ,

Conmebol estuda minicalendário mensal para manter competições

Inicialmente, a Conmebol desejava voltar com seus campeonatos em maio, mas essa possibilidade não existe mais; ideia da entidade é reduzir a distância entre os jogos

Libertadores e a Copa Sul-Americana estão paralisadas desde 18 de março por causa da pandemia do coronavírus; a maioria dos últimos jogos das competições aconteceram com portões fechados.

A entidade máxima do futebol Sul-Americano, está prestes a lançar um protocolo de recomendação de treinos para as equipes em seus dez países-membros, mas por enquanto, a Conmebol não tomará qualquer medida para voltar com seus torneios até que o pico de coronavírus em todas as nações esteja concluído.

+ VEJA AQUI RECORDES DA COPA LIBERTADORES

Além disso, a entidade diz que as fronteiras dos dez países têm que estar abertas, levando em consideração as questões médicas e sanitárias de cada um. Em um cenário otimista, a confederação trabalha com a volta do futebol em junho ou julho.

A ideia da Conmebol é lançar um minicalendário por mês com os jogos e as datas para a Libertadores e a Sul-Americana, inclusive utilizando semanas que estavam “livres” na programação sul-americana para acompanhar partidas.

Um exemplo seria a enorme distância entre a partida de volta da semifinal (1º de outubro) e a grande decisão da Libertadores (21 de novembro), que tem um espaço de quase dois meses.

Já as eliminatórias sul-americanas para a Copa do Mundo de 2022 – que tiveram suas duas primeiras rodadas adiadas – seguem sem uma data prevista de início, pois a Fifa ainda não definiu o novo calendário.

Fonte: ESPN
Foto: Divulgação Conmebol

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara