in ,

Confederações não querem adiamento do Mundial de Clubes de 2020

As seis confederações filiadas informaram à Fifa que pretendem terminar seus continentais até novembro de 2020, a tempo de enviar representantes para o Mundial de Clubes do Qatar em dezembro

Os dirigentes pediram para a entidade não adiar a competição, ao menos por enquanto. Com os adiamentos para 2021 da Copa do Mundo de Futsal e dos Mundiais femininos sub-20 e sub-17, o único torneio organizado pela Fifa que continua programado para 2020 é o Mundial. 

Por causa da pandemia do coronavírus a Fifa avalia adiar para 2021 o campeonato que será o último no atual formato, com sete participantes (o campeão de cada confederação, mais um representantes do país-sede). A entidade ainda não descartou essa possibilidade, mas a pedido dos filiados vai esperar um pouco mais para “analisar o cenário”.

A direção da Fifa ainda está cética quanto à normalidade do futebol este ano, tanto que adiou os torneios de futsal e da base feminina, mas também o seu Congresso, que pela primeira vez será feito por videoconferência. O encontro entre as 211 associações da entidade seria em junho, em Addis Abeba, capital da Etiópia, mas em março foi adiado para setembro. A Fifa ainda tinha esperança de uma reunião presencial, mas nesta semana foi vencida pela pandemia e informou o cancelamento do encontro no país africano e a decisão de fazer seu Congresso por meio de computadores.

O problema para o Congresso ou para os Mundiais é o diferente estágio da pandemia ao redor do mundo. Hoje está mais controlado na Ásia, em queda na Europa, mas em surto nas Américas. Como estará em setembro? A Fifa não sabe e por isso cancelou o Congresso presencial. E em dezembro? Também não se sabe, por isso a Fifa estava praticamente decidida em adiar o Mundial, mas o pedido das confederações fez a entidade recuar por enquanto.

Internamente, a avaliação da cartolagem é que um adiamento agora do Mundial de Clubes faria com que a própria conclusão dos continentais, como a Libertadores, ficaria em xeque já que daria a entender que a Fifa não acredita que esses torneios possam terminar. Poderia haver fuga de patrocinadores. 

A ideia da Fifa era adiar para dezembro 2021 o Mundial com sete participantes, mantendo o Qatar como sede porque o evento será teste para a Copa do Mundo de 2022. A Fifa não pode simplesmente cancelar essa edição em 2020 porque há um contrato assinado de patrocínio exclusivo com o grupo chinês Alibaba, de venda online. O campeonato terá que ocorrer, independentemente de quando será.

Por causa da pandemia do novo coronavírus, a Fifa já adiou o primeiro Mundial de Clubes que organizaria com 24 participantes, que seria em 2021 na China. Não há data para essa competição ocorrer, mas pode ser em meados de 2022, antes da Copa do Mundo do Qatar.

Foto: Divulgação
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu