in , ,

Comparativo: Diniz x Aguirre

Diniz e Aguirre

Com 43 jogos dirigidos por cada, ambos treinadores tem aproveitamento parecido, mas uruguaio leva vantagem

Demitido por Raí, o uruguaio Diego Aguirre chegou a liderar o Brasileirão de 2018 por diversas rodadas, mas após queda brusca de rendimento (leia-se panela de jogadores), o ex-treinador do São Paulo foi demitido por Raí, faltando poucas rodadas para o fim do Brasileirão.

Agora, o mesmo diretor mantém no Diniz no cargo, com aproveitamento até inferior que o de Aguirre. Qual a explicação?

Bom, veja abaixo o comparativo entre os treinadores:

2018 – Diego Aguirre: 43 jogos, 19 vitórias, 15 empates e 9 derrotas (52 gols pró 37 gols contra) – Aproveitamento de 55,8%

2019 / 2020 – Fernando Diniz: 45* jogos: 20 vitórias, 12 empates e 13 derrotas (58 gols pró 48 gols contra) – Aproveitamento de 53,7%

* Dois jogos do São Paulo nesse período foi dirigido pelo auxiliar de Diniz, que em ambas partidas, estava suspenso. Vitória por 2 a 1 contra o Inter em 2019 e derrota para o Binacional, também por 2 a 1, em 2020. 

Sem os jogos que ele não dirigiu o time no campo, Diniz tem 43 jogos: 19 vitórias, 12 empates e 12 derrotas (55 gols pró 45 gols contra) – Aproveitamento de 53,4%.

O que achou?

Escrito por Natália Milreu