Com Morumbi vazio, Ceni marca e São Paulo vence

Com protestos da torcida, jogo feio e apatia do time, o tricolor soma mais três pontos no Paulistão e foca a partida contra o San Lorenzo

O São Paulo bateu o São Bento por 1×0 e integrantes das organizadas do tricolor protestaram na porta do Morumbi contra a diretoria e o preço abusivo ingressos para a Libertadores (R$ 120 o mais barato). Muitos dos manifestantes nem entraram no estádio, quem entrou viu um jogo horrível. O único gol do jogo foi de pênalti, que Ceni converteu.

Apenas 4,507 pessoas tiveram o “prazer” de assistir a vitória do São Paulo na competição, após um empate e uma derrota. Mesmo assim, o SPFC segue na liderança do grupo 1 com 20 pontos, cinco a mais que o vice colocado, Mogi Mirim.

+ HINO VERSÃO ROCK DO TRICOLOR PODE RENDER SHOW NO MORUMBI

+ PROMOÇÃO: VOCÊ COM O CARECA. SÃO PAULO x SAN LORENZO

A mesma organizada que protestou na frente do Morumbi promete ir ao CT da Barra Funda, no sábado, cobrar mais da equipe. O clima ruim ainda é reflexo das duas derrotas para o Corinthians – uma pelo Paulistão e outra pela Libertadores.

– Nós, sinceramente, não estamos fazendo por merecer aplausos. Quem sabe na próxima quarta-feira a gente consiga dar uma resposta positiva para o torcedor – disse Rogério Ceni, referindo-se ao jogo contra o San Lorenzo, pela Libertadores.

Antes, na próxima rodada do Paulistão, o São Paulo encara a Ponte Preta, domingo, no Moisés Lucarelli, em Campinas. Já o São Bento, quarto colocado no Grupo 2 com nove pontos, lutando contra o rebaixamento, recebe o Mogi Mirim em Sorocaba, na terça-feira.

O jogo

São Paulo e São Bento fizeram mal para quem se tentou assistir ao jogo, principalmente no primeiro tempo. O Tricolor até tentou se impor em campo, mas, a não ser por uma bola na trave em cabeçada de Centurión, aos 46 minutos, nada de muito importante aconteceu na primeira metade da partida.

O time do treinador Muricy Ramalho foi um time burocrático, tocando de lado, sem aprofundar jogadas, sem entrar na área, irritando a torcida, e o treinador que voltou a ser mais agitado à beira do campo, distribuindo broncas. O time de Sorocaba, por sua vez, tentou explorar erros defensivos do adversário e até conseguiu chegar ao ataque, mas sem concluir bem as jogadas.

O segundo tempo se manteve no mesmo padrão: arrastado, sem um pingo de criatividade, com os times sem conseguir trocar passes certos. O jogo se encaminhava para um melancólico 0 a 0 quando Hudson, que havia entrado no intervalo, na vaga de Thiago Mendes, foi derrubado por Marcelo Cordeiro dentro da área: pênalti, que Rogério Ceni bateu bem, aos 27, se redimindo de erro no clássico contra o Corinthians. E foi isso. Passado o gol, o jogo voltou a ser monótono e se arrastou lentamente até o apito final.

VEJA OS MELHORES MOMENTOS:

https://www.youtube.com/watch?v=tgJRTGwyQ9Q

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *