in ,

Clubes escolhem representante no STJD e acabam com interferência da CBF

Com um apertado “placar” de 11 votos a 9, os clubes da Série A do Brasileirão escolheram Luiz Felipe Bulus como um de seus representantes no pleno Superior Tribunal de Justiça Desportiva

Bulus era o nome favorito da maioria das equipes, mas a CBF fez forte pressão nas últimas semanas para que o escolhido fosse João Bosco, o que daria à entidade um terceiro nome na composição do tribunal além dos dois aos quais tem direito por lei.

O presidente da CBF, Rogério Caboclo, chegou a ligar pessoalmente para vários presidentes de clubes, e alguns, como Santos e São Paulo, mudaram seus votos a pedido do mandatário.

O último clube a declarar seu voto foi o Bahia, ao Blog de De Primeira, dirigentes de clubes disseram considerar o processo uma vitória da independência das equipes contra a interferência da CBF.

De acordo com a legislação, o pleno do STJD é composto por dois nomes indicados pela CBF, dois pelos clubes, dois pela sociedade civil (representados pela OAB), dois indicados pela Federação Nacional dos Atletas Profissionais de Futebol (Fenapaf), e um pela entidade sindical dos árbitros (Anaf). O outro nome indicado pelos clubes é o de José Perdiz. 

Foto: Divulgação
Fonte: UOL Esporte – Blog de Primeira 

O que achou?

Escrito por Natália Milreu