in

Ceni: “Tenho um carinho grande pelo São Paulo, isso ninguém vai tirar, mas quero vencer”

Rogério Ceni, no Bem Amigos.

Rogério Ceni participou do programa Bem, Amigos e falou sobre Diniz, favoritismo do São Paulo, carinho pelo Tricolor Paulista e muito mais

Nesta segunda-feira, Rogério Ceni participou do programa “Bem, Amigos!”, do SporTV, e disse que se fosse o novo presidente do São Paulo, manteria Fernando Diniz como técnico para 2021. O Tricolor terá eleições na primeira quinzena de dezembro.

A minha opinião, eu prosseguiria com o trabalho com o Fernando Diniz no ano que vem. Você nota a evolução, você já viu nos dois últimos jogos. É um time que joga com muita posse de bola, sai tocando. Eu acho que só o tempo vai fazer com que um treinador tenha sucesso. Eu, se fosse um dos candidatos, manteria o trabalho do Diniz para o próximo ano”, afirmou Ceni.

Rogério falou também sobre o reencontro com o São Paulo, nesta quarta-feira, às 19h15, no Castelão, pelo primeiro jogo das oitavas de final da Copa do Brasil e comentou o fato de o São Paulo tê-lo vencido três vezes e sobre o favoritismo do Tricolor Paulista.

“Hoje, sou Fortaleza. Tenho um carinho grande pelo São Paulo, isso ninguém vai tirar, mas quero vencer. O favoritismo é do São Paulo. A diferença de investimento e estrutura é muito grande. Primeiro, o duelo é entre São Paulo e Fortaleza. Coincidentemente, eu sou o técnico do Fortaleza. Segundo, é natural que o São Paulo tenha vencido o Fortaleza comigo como treinador. São clubes com momentos diferentes e histórias diferentes. O favoritismo é do São Paulo. Se eu jogasse no São Paulo, teria a certeza de que o favoritismo é do São Paulo. Como treinador do Fortaleza, tenho consciência.

Fortaleza e São Paulo entram em campo nesta quarta (14), às 19h15, na Arena Castelão, pela partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara