in ,

Ceni cobra mais entrega física de Benítez

Ceni conversando com Benitez. (Foto: Adriana Spaca/FramePhoto / Estadão)

O técnico Rogério Ceni se posicionou favorável à permanência do meia Martín Benítez para 2022, mas com uma ressalva

Em entrevista após o jogo, Ceni cobrou a evolução física e uma participação maior de Benítez na fase do jogo sem a bola. Caso cresça nos dois sentidos, o camisa 8 ganhará mais minutos, segundo o treinador, que deseja contar com o meia para 2022.

“Se tivermos condições financeiras, sim. Ele é um jogador talentoso e que joga em uma função bem específica. Se ele se entregar mais fisicamente no dia a dia, tem condição de ganhar mais minutos. Eu prefiro colocá-lo no segundo tempo, com o adversário mais cansado. Hoje entrou mais 45 minutos e jogou bem com a bola, e nós conseguimos a vitória”, declarou Ceni.

Ceni foi cobrado pela torcida neste sábado. Assim que o árbitro Heber Roberto Lopes apitou o fim do primeiro tempo, grande parte do público no Morumbi gritou o nome do camisa 8.

“Quem conquista o espaço é o jogador no dia a dia, e o time joga para frente e para trás. Não existe jogador que não colabore na parte defensiva. Quando ele está ajudando, a parte técnica aparece. Pode começar o próximo jogo ou entrar no segundo tempo, depende do que entregar na semana. Avalio o Benítez pelo dia a dia”, completou.

Benítez tem contrato com o São Paulo até o fim da temporada. O São Paulo tenta a prorrogação do empréstimo com o Independiente, que ainda não respondeu às tratativas. No atual compromisso, para manter o argentino, o Tricolor precisa pagar 3 milhões de dólares (aproximadamente R$ 16 milhões).

O treinador atendeu, e Benítez voltou do intervalo no lugar de Vitor Bueno. Logo no início, o argentino sofreu falta e cobrou na medida para Calleri abrir o placar. O meia ainda participou do segundo gol, anotado por Gabriel Sara.

Porém, é pouco, na visão de Ceni. O treinador mais uma vez elogiou a parte técnica e a capacidade do argentino com a bola, mas cobrou maior participação em outras fases da partida.

“Tenho vontade de vê-lo mais, é prazeroso ver um jogador tão técnico. Mas essa história de deixar um jogador sem marcar ninguém, que os outros correm, é do futebol de muitos anos atrás. Quem pensa assim tem mentalidade pequena. É fazer com que Benítez cresça fisicamente”, comentou.

“Se ele crescer, vai jogar mais tempo. Se aguentar mais tempo em campo, ficará mais tempo em campo. É uma decisão muito particular dele, do que ele quer para a vida dele. Gosto do Benítez e tenho interesse. Temos condições de comprar o Benítez? Talvez essa seja a pergunta a ser feita”, finalizou Rogério Ceni.

Por: José Edgar de Matos / ge
Foto: Adriana Spaca/FramePhoto / Estadão

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara