in ,

CBF planeja setor só para vacinados e estádios com até 30% de ocupação

Publico no Morumbi.. (Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net)

A CBF tem avançado na discussão para o projeto-piloto que prevê a presença de público nos estádios a partir das quartas de final da Copa do Brasil

Os duelos das oitavas de final terminam essa semana e as quartas de final tem as datas revistas para acontecerem entre os dias 25 de agosto e 1 de setembro.

Oara esta fase, a CBF pensa em trabalhar com um teto de 30% de ocupação das arquibancadas, reservando um setor exclusivo para quem tiver sido vacinado (imunização completa).

A vacinação não será a única exigência. Quem não estiver imunizado apresente exame PCR feito até 72 horas antes da partida ou antígeno de até 48 horas de antecedência. O motivo é que a testagem via antígeno é mais rápida e mais barata para a população, o que tenderia a evitar um afastamento da torcida por motivos financeiros.

O plano da CBF é espalhar os torcedores por setores, observando a distribuição de assentos para gerar distanciamento social. Se for possível separar o espaço em quatro partes, uma delas seria o espaço exclusivo para vacinados. Quem tiver sido imunizado e quiser acompanhar outra pessoa em setor diferente, pelo plano atual, deve fazer algum dos exames exigidos. A verificação para checar se quem comprou o ingresso realmente foi imunizado será feita via base de dados do SUS. 

A questão dos testes faz parte de uma das quatro matrizes que a CBF está desenvolvendo para o projeto-piloto. Desse bloco fazem parte questões de segurança, controle de fraudes em exames e uma forma de auditar os dados antes dos jogos.

O que gera maior dor de cabeça para a CBF é encontrar uma maneira de barrar qualquer tentativa de fraude. A final da Copa América, da qual vários torcedores foram barrados por apresentarem resultados falsos, é um exemplo recente.

Há uma tentativa de estabelecer conexão com laboratórios e farmácias para que os resultados sejam remetidos diretamente para um sistema da CBF.

Fonte: UOL
Foto: Rubens Chiri / saopaulofc.net

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara