in ,

Casares vê elenco do São Paulo bem reforçado

Julio Casares, presidente do São Paulo. (Foto: UOL)

O presidente do São Paulo, Julio Casares diz que o Tricolor é o clube que mais contratou e vê elenco reforçado

Já virou rotina o São Paulo apresentar um jogador no mercado da bola. Hoje foi a vez do atacante Eder ser apresentado. O presidente Julio Casares disse hoje que o clube deve contratar agora apenas se for uma oportunidade de mercado: “Foi o clube brasileiro que mais contratou”.

Casares disse em entrevista à “TV Gazeta” que é preciso encontrar um equilíbrio e que também enxugou a folha salarial do clube com as saídas de jogadores com Juanfran, Trellez e Gonzalo Carneiro. Sobre Daniel Alves, o presidente afirmou que é possível pagar o valor atual com a ajuda de algum parceiro.

LEIA TAMBÉM: 
Toró é monitorado por clube italiano
Tchê Tchê muito perto de deixar o São Paulo
Jogadores comentam sobre a intensidade nos treinos de Crespo

Mais Contratações?

“Foi o clube brasileiro que mais contratou. Temos que ter equilíbrio, mas se tiver oportunidade que não atrapalhe essa questão orçamentária, nós vamos analisar. Nesse momento o São Paulo reforçou bem o elenco”.

Dívidas do clube

“Não é fácil, são 15 horas de trabalho por dia e muitas dívidas, mas nós estamos equacionando. Já equacionamos com o Athletico (dívida por Pablo), estamos negociando com o Dynamo de Kiev sobre a questão do Tchê Tchê, também temos com o Orlando City (dívida por Kaká). Nós vamos honrar dentro das nossas possibilidades e dos nossos prazos”.

Redução na folha salarial

“Começamos esse movimento de exonerar a folha (de salário), tivemos a saída do Juanfran, do Trellez, do Carneiro. Nós estamos fazendo uma equação de acordo com o que os atletas merecem e o que o São Paulo pode pagar. Entrada de jogadores foi com criatividade. Claro que teremos saídas também, como tivemos o Hudson, o Toró. Isso é um processo normal e contínuo”.

Dívida com Dani Alves

“Nós vamos discutir com o Daniel como pagar essa pendência, que pode ser parcelada, renegociada, no diálogo vamos entender o objetivo das duas partes. Temos que encarar de frente. O torcedor também vai poder nos ajudar com o nosso novo programa de sócio-torcedor”.

“Se nós conseguirmos um parceiro, nós conseguimos honrar o que está estabelecido. O que nós estamos tentando trabalhar com o Daniel Alves é espaçar esse valor. É um valor que nós estamos conversando”.

“O Daniel é o primeiro a chegar no treino, entendeu bastante o perfil tático e técnico de Crespo e sua comissão técnica, então está sendo um grande valor nos treinos. Nós vamos fazer todo o esforço do mundo. Claro, entendendo o que a pandemia trouxe, o agravamento da questão econômica, isso tudo será colocado na mesa”.

Patrocinador na camisa

“Expectativa é grande, estamos fazendo duas ou três reuniões por dia, com várias empresas. Claro que com o cenário da pandemia e a paralisação do futebol paulista, dá uma diminuída na intensidade. Mas temos a convicção de que em breve teremos um patrocinador que valoriza a camisa. Não pode ser apenas um uniforme de Fórmula 1 com várias marcas e sem trazer valor. É difícil fazer previsão porque não depende do nosso mercado. Já recebemos propostas, mas achamos que são valores incompatíveis com nossa história e nossa força”.

Fonte e Foto: UOL

O que achou?

Escrito por Natália Milreu