in ,

Casares vai pedir a avaliação da diretoria jurídica do São Paulo sobre acusação na gestão Aidar

Julio Casares, presidente do São Paulo. (Foto: saopaulofc.net)

Segundo o UOL Esporte, Julio Casares vai pedir a avaliação da diretoria jurídica do clube sobre como a instituição deve agir após a Justiça receber denúncia contra Aidar

Além de Aidar, também foram denunciados Douglas Schwartzmann, atual secretário-geral, e Leonardo Serafim, ex-diretor jurídico, conselheiro sem cargo, mas influente atualmente no clube, entre outros denunciados.

A denúncia do Ministério Público afirma que foram subtraídos do São Paulo pelo menos R$ 752.900 por Aidar e Cinira Maturana da Silva, sua namorada quando ela começou a ter influência na agremiação. O MP continua investigando se há mais valores supostamente subtraídos.

LEIA MAIS
Entenda as denúncias do Ministério Público contra oito pessoas da gestão de Aidar
Técnicos com mais finais de Libertadores por clubes brasileiros

Entre as dúvidas no Morumbi neste momento estão questões como se o clube deve se apresentar à Justiça como parte interessada no processo e se alguma medida precisa ser tomada em relação à Schwartzmann, que está na gestão, além de outras atitudes internas.

Segundo o UOL Esporte, Casares, ainda sem detalhes sobre o caso , vê a situação com cautela, entendendo que o mais prudente é esperar a conclusão do processo, respeitando o direito de defesa dos acusados.

Conselheiros também discutem o que fazer diante das graves denúncias. Newton Luiz Ferreira, um dos que eram membros do conselho na ocasião e enviaram a denúncia ao MP responsável pela investigação a partir da contratação de Iago Maidana, disse que os denunciantes irão se reunir até domingo para decidir como agir. “A coisa é muito mais séria do que a gente imaginava”, afirmou.

Ainda segundo Diego Garcia, colunista do UOL, em decisão publicada pela juíza Marcia Mayumi Okoda Oshiro, foi determinado que os acusados respondam às acusações em até dez dias e ainda ofereçam documentos para especificar as provas pretendidas.

Foto: Reprodução
Fonte: UOL Esporte

O que achou?

Escrito por Natália Milreu