in , ,

Careca faz críticas aos “atual São Paulo”

Foto: Reprodução vídeo

Ídolo do torcedor, o goleador Careca cravou seu nome na história do clube e tem bagagem para avaliar o atual momento que o clube vive dentro e fora das quatro linhas

O ex-atacante Careca criticou a atual e as últimas gestões do Tricolor, que contrataram mal e fizeram com que o São Paulo esteja em um jejum de oito anos sem títulos.

Careca afirmou que a equipe deixou de ser uma referência ao permitir mudanças internas com uma série de gestões ruins.

“A gente está na expectativa de que o São Paulo dê um passo diferenciado. Eu lembro quando eu fui para o São Paulo, em 1983, eles levantavam sua “capivara de cabo a rabo”, não era qualquer um que podia jogar naquele time. Tinha um perfil para jogar. Não só dentro do gramado, mas fora também, tinha que ser referência”, disse Careca em entrevista ao canal Craque Neto 10, no YouTube.

Na opinião de Careca, o São Paulo baixou o nível na escolha dos jogadores, dentro e fora de campo. 

O São Paulo foi se deixando várias situações e perdendo as referências. Não é que acostumamos o torcedor mal, tinha um projeto e as conquistas não eram por acaso. O último jogador de referência que nós tivemos foi o Lucas Moura. O investimento que fizeram nas categorias de base e não conseguem formar um outro como ele. A gestão está ruim e não é de agora. Não é só culpa do Leco. Tem que apagar o que está sendo e tentar voltar a ser a referência que foi”, continuou. 

VALE LEMBRAR QUE Careca conquistou os Campeonatos Paulistas de 1985 e 1987 e foi muito importante no Campeonato Brasileiro de 1986.

Careca ainda disse que o São Paulo era referência para muitos clubes, e o comentarista Neto concordou.

“O São Paulo era referência de democracia, como fazer um CT, organização, como tratar o jogador, na rouparia, na alimentação, na parte política, em tudo”, disse Neto.

O ex-goleador disse que o São Paulo tem uma ótima estrutura, de primeiro mundo, mas precisa mudar as pessoas que estão gerindo o clube, não sabem usar as instalações e cuidar dos garotos da base.

Ainda na opinião de Careca, Daniel Alves não pode atuar no meio-campo pelo São Paulo, apesar de ser a vontade do jogador.

“O Daniel Alves é um monstro na lateral. Não dá para aceitar ele jogar no meio-campo. E ele impõe isso. Diz que só joga assim. Não é culpa dele. É culpa de quem aceita essa situação”, completou.

Concordam com o ídolo?
Opinem.

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara