in ,

Calendário mais flexível evita que São Paulo tenha que jogar o Paulistão no Rio

Crespo marcou treinos pela manhã até sexta no São Paulo. (Foto: Divulgação)

Ao contrário de seus três principais rivais, oSão Paulo, por enquanto, se livrou de ter que viajar para fora do estado para jogar partidas do Campeonato Paulista, pois o calendário tricolor é o principal motivo de o time não ter sido envolvido ainda nessas remarcações, mas foi por pouco – e por causa do calendário alviverde.

O São Paulo só joga o Campeonato Paulista até estrear na Libertadores, que tem a primeira rodada da fase de grupos prevista para a semana do dia 21 de abril.

Por causa da determinação do governo de São Paulo, que apertou as medidas de restrição para tentar conter a epidemia de Covid-19, o clássico Palmeiras x São Paulo, previsto para o último sábado, precisou ser adiado.

A suspensão de jogos em São Paulo vale até o dia 31 de março, mas há o temor entre os dirigentes de que as medidas restritivas sejam estendidas por mais tempo. Nesta terça, o estado registrou 1.021 mortes por Covid-19, recorde diário na pandemia.

Se houver a liberação das partidas na data programada, o mais provável é que o São Paulo enfrente o Ituano no meio da semana que vem pela oitava rodada do Paulista, e que os jogos já adiados sejam remarcados para outras datas nas próximas semanas.

Há a percepção na Federação Paulista de que nenhum outro jogo será remarcado para fora do estado de São Paulo nesta semana, principalmente pela dificuldade de encontrar cidades dispostas ou em condições de receber as partidas.

Foto: Divulgação

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara