in ,

Buffarini e Lugano ficam conversando após o fim do jogo em busca de respostas

Buffarini conversou com Lugano no banco de reservas do Morumbi após derrota para o Juventude e disse que é preciso ter cobrança interna

Uma cena muito curiosa chamou a atenção na noite desta quarta-feira no Morumbi após a derrota do São Paulo para o Juventude, por 2 a 1, em partida válida pela ida pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

O zagueiro uruguaio Diego Lugano ficou no banco de reservas conversando com o lateral-direito argentino Julio Buffarini, e só deixaram o local quando todos os demais jogadores e a torcida já tinham ido embora. Enquanto o uruguaio não quis papo com a imprensa, Buffarini explicou a conversara.

– Ficamos conversando, buscando saber como seguir em frente. Na realidade somos um grupo e somos nós que entramos no campo, somos nós que temos que nos cobrar nesse momento, e mostrar caráter e personalidade e domingo estaremos aqui em nosso campo – afirmou Buffarini.

+ Jogador do Inter é sondado pelo tricolor
+ Daniel Pode deixar o São Paulo e assinar com time da série A

O lateral-direito que foi barrado pelo técnico Ricardo Gomes não acredita que o papo entre os dois estrangeiros possa repercutir mal entre os demais jogadores no vestiário.

– Não, nós viemos defender a camisa do São Paulo, viemos buscar coisas importantes num clube com muita história como o São Paulo, assim que vamos nos comportar. Tem pouco tempo que cheguei, a adaptação não é fácil, mas vamos nos adaptar para ir em frente.

Na partida de volta da Copa do Brasil, no dia 21 de setembro, às 19h30, em Caxias do Sul, o São Paulo tem que vencer por dois gols de diferença para avançar às quartas de final. Ou então por um gol desde que faça três ou mais (3 a 2, 4 a 2…).

O que achou?

Escrito por Rodrigo Alcântara

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Loading…

0