in ,

Brenner conta que quase desistiu de futebol e importância de Diniz em sua volta por cima

No vídeo “Em Foco”, da SPFCTV Brenner contou os altos e baixos que teve assim que virou profissional do São Paulo

O jovem atacante virou jogador profissional após se destacar na base do Tricolor, aos 17 anos. Muito novo, viu a fama repentina atrapalhar o seu desempenho no futebol e a carreira começar a ficar comprometida, com empréstimo para o Fluminense. 

Porém, no clube carioca, após encontrar o técnico Fernando Diniz, o atacante conta que teve uma energia extra e que agora está focado 100% em viver futebol. 

Fui emprestado para o Fluminense, tive a oportunidade de conhecer o Diniz, mas depois perdi o foco. Perdi até a vontade de jogar futebol. Pedi até para não ir a jogos, pedi para ficar em casa. Eu ia treinar pensando para onde eu ia depois. Não queria mais jogar bola, não. Tive uma conversa com a minha mãe e falei que eu estava desanimado e que não sabia se queria seguir o sonho de criança, porque não queria mais esse caminho“, disse. 

O jogador confessa que a fama repentina com a camisa do São Paulo tirou seu foco. 

“Fui para as férias em dezembro e o São Paulo queria que eu disputasse a Copinha, e eu queria curtir as férias. Eu achava que não devia disputar, não. Naquele momento não tive maturidade“, falou. 

O empréstimo ao Fluminense foi uma tentativa do clube em dar rodagem ao garoto. Na equipe carioca, ele encontrou Fernando Diniz, o treinador que resgatou seu futebol.

Quando Diniz foi contratado pelo São Paulo, no final de 2019, ele pediu o retorno de Brenner para a temporada de 2020.

Recebi a notícia que o Diniz me queria. Aquele dia minha bateria foi recarregada 100%. Prometi para a minha mãe que eu ia me entregar. Eu nunca treino nas férias, dessa vez eu treinei. Falei para a minha mãe: “Vou morar no CT e quero viver e respirar o futebol“, finalizou. 

Foto: Reprodução TV
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu