in ,

Árbitro errou na expulsão de Benítez e São Paulo tem que ir atrás da anulação do cartão vermelho

Foto: Robson Mafra/AGIF

Benítez foi expulso quando estava no banco de reservas por chutar a bola para dentro de campo, porém, está na regra que essa ação é para cartão amarelo

Relato do ex-árbitro Sandro Meira Ricci em texto do Globoesporte.com sobre a expulsão de Benítez, contra o Athletico-PR no último sábado.

“A expulsão do meia Benítez, do São Paulo, por ter chutado a bola para dentro de campo quando o Athletico se preparava para cobrar o escanteio foi um erro grave cometido pelo árbitro Jean Pierre Goncalves Lima.

Na súmula do jogo, o juiz relatou que a expulsão aconteceu pelo meio-campista “chutar a bola para dentro do campo de jogo com o intuito de retardar a partida”.

LEIA MAIS
Declarações de Daniel Alves pegam diretoria de surpresa e gera descontentamento
São Paulo x Palmeiras: Data, hora e canal para assistir essa partida válida pela Libertadores

O cartão vermelho, porém, contraria a regra, que determina que um jogador substituto que retarda o reinício de jogo deve receber cartão amarelo.

O cartão vermelho por retardar o reinício de jogo somente pode ser aplicado se o infrator for da comissão técnica.

Provavelmente, o árbitro do jogo se confundiu e aplicou o cartão vermelho de maneira equivocada. Surpreende que nenhum dos outros três árbitros em campo (dois bandeiras e um quarto árbitro), nem os dois árbitros na cabine do VAR, tenham interferido para corrigir a decisão do árbitro de expulsar o jogador do São Paulo. Por ser ilegal, a expulsão deve ser anulada pelo STJD.”

Foto: Robson Mafra/AGIF
Fonte: Globoesporte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu