in ,

Antony fala sobre futuro no São Paulo, retorno em clássico e amizade com Dani Alves

Atacante retorna ao São Paulo neste sábado, às 19h, no Morumbi, e já encara um clássico contra o Corinthians

Antony retorna ao São Paulo neste sábado justamente em um clássico. Às 19h (de Brasília), o Tricolor enfrenta o Corinthians, no Morumbi, pela sexta rodada do Campeonato Paulista. E o atacante voltou motivado ao clube após a conquista da vaga na Olimpíada de Tóquio, com a seleção brasileira.

“Estou treinando e, se Deus quiser, vou para o jogo, sim. Estou preparado para isso, vai ser uma questão do [Fernando] Diniz, mas estou preparado e vou dar o meu melhor”, afirmou. 

E completou:  “Todos os jogos são importantes, mas clássico a gente sabe da importância que é maior. A rivalidade, tudo… A gente sabe a importância desse clássico. Estamos focados, trabalhando essa semana para tudo no sábado dar certo.”

São Paulo e Ajax continuem as negociações até a abertura da próxima janela, no meio do ano. Antony, por sua vez, afirma que os valores da proposta (o valor agregado do “pacote” podia chegar até R$ 117 milhões) não mexe com ele.

“Primeiramente eu agradeço a Deus, à minha família e ao meu trabalho por esse reconhecimento dos outros. Mas sou um cara muito tranquilo quanto a isso, meu papel mesmo é dentro de campo, as coisas de fora não me afetam muito, não fico muito ligado a isso. É uma decisão do clube, da minha família. Como eu disse, eu não sou uma pessoa muito ligada a esse tipo de proposta, eu sou focado dentro de campo, no meu trabalho. Dentro de campo eu resolvo, e fora eles tomam as melhores decisões”, falou. 

E reforçou: “Penso no hoje. Se é aqui que eu visto essa camisa é aqui que eu vou honrar, então é aqui que estou fazendo meu trabalho, o clube que eu amo muito, então estou sempre focado aqui.”

Antony também comentou sobre o convívio com Daniel Alves e a amizade que os dois tem. Logo que Daniel Alves chegou ao Tricolor, havia a expectativa de Antony crescer de rendimento atuando do mesmo lado do campo do companheiro. Na reta final da temporada passado, os dois conseguiram melhorar o aproveitamento e terminaram em alta, ajudando o clube a se classificar para a fase de grupos da Libertadores.

“Para mim é uma honra, um prazer enorme estar dividindo o campo com ele, estar sempre com ele, na resenha, jogando um truco. Ele está muito feliz, um cara que sempre quis. Admiro muito ele dentro e fora de campo, pela pessoa que ele é. Um cara que eu me apego e tento aprender sempre mais”, falou. 

E completou: “O Daniel é resenha demais, brincalhão e na hora que entra em campo é um exemplo de pessoa, está sempre com postura de capitão.”

Foto: saopaulofc.net
Fonte: Globoepsorte.com

O que achou?

Escrito por Natália Milreu